Terça-feira, 01 de Dezembro de 2020
PREOCUPAÇÃO

Crescimento do Covid-19 motiva ida de força-tarefa a Manacapuru nesta quarta

Município já conta com 42 casos e três óbitos; equipes de Vigilância em Saúde e também da Segurança Pública irão ao município, que já tem até toque de recolher decretado



manaca_0496FB72-AA89-4316-911F-B228FF79F581.jpg
07/04/2020 às 15:48

O aumento de casos de Covid-19 na cidade de Manacapuru ( a 68 quilômetros de Manaus) – que já aparece com 42 casos confirmados do Novo Coronavírus e três óbitos num cenário que só não é pior que a capital Manaus – forçou as autoridades de saúde a montar uma força-tarefa que segue amanhã para a cidade conhecida como “Terra das Cirandas”. A cidade, inclusive, já tem um toque de recolher, decretado pela prefeitura. 

A equipe em questão será formada por membros da Secretaria de Estado da Saude (Susam), Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) e Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). A informação foi confirmada pela diretora-presidente da FVS, Rosemary Costa, em coletiva on line encerrada agora há pouco, após ser questionada sobre o suporte que está sendo repassado para o interior do Estado em face da pandemia. Já são 636 casos em todo o Estado. 



Segundo o boletim divulgado no início desta tarde pela Susam e FVS-AM, Manacapuru aparecia com 14 novos casos confirmados  em relação à última segunda-feira, quando haviam 28 registros. “Estamos avaliando diariamente o crescimento exponencial dos casos em Manacapuru, onde já há 42 casos com 3 óbitos, e a Susam e a FVS, junto com a SSP, montamos uma equipe que está se deslocando amanhã (quarta-feira) a Manacapuru para dar apoio ao município, organizar a rede de urgência e emergência, assistência hospitalar e básica no sentido de atender os casos mais leves, orientação à população e a necessidade de adesão aos decretos governamentais que definem isolamento no sentido de que as pessoas  precisam ficar em casa e manter o isolamento social não apenas em Manaus, mas em todos os municípios para evitar a disseminação do vírus”, informou Rosemary Costa.

Ela pontuou que o Governo do Estado liberou um total de R$ 23 milhões aos municípios do interior como forma de apoio a essas cidades no combate ao Coronavírus. “A cidade de Manacapuru também receberá esse aporte para equipamentos de proteção individual (EPIs). E está dentro do nosso fluxo a transferência de pacientes graves e críticos para ”, completou Nayara Maksoud, chefe de Departamento de Ações de Saúde da Susam.

ISOLAMENTO SELETIVO

O Distanciamento Social Coletivo (DSS), ou simplesmente isolamento seletivo - que foi proposto pelo Ministerio da Saúde (MS) na ultima segunda-feira para localidades onde os casos confirmados não tenham impactado em mais de 50% da capacidade de saúde instalada -, não se aplica neste momento ao Amazonas, afirmou Rosemary Costa.

“Nós estamos em outra fase. O isolamento seletivo se refere aqueles municípios ou Estados que estão ainda com transmissão local, ainda com transmissão restrita. No nosso caso não, pois estamos em transmissão comunitária e há a necessidade de nós isolarmos realmente e severamente todos os habitantes no sentido de evitar que uns contaminem os outros”, esclarece Rosemary.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.