Quarta-feira, 21 de Abril de 2021
'Covid Immersion'

Festival clandestino 'de luxo' termina com 60 presos em flagrante em Manaus

Evento organizado pelas redes sociais reuniu brasileiros e estrangeiros para uma 'imersão na Amazônia', em plena pandemia. Os participantes compraram pacotes de ingresso com o custo entre R$ 6 mil e R$ 11 mil reais



policia_64170F1A-8988-46F1-A82E-E050DAA12EA2.JPG Foto: Arlesson Sicsú
06/04/2021 às 22:07

A Policia Civil por meio do Grupo FERA e a Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), prenderam em flagrante mais de sessenta pessoas que participavam de um festival clandestino, em um iate luxuoso, na noite desta terça-feira (6). Os participantes compraram pacotes de ingresso com o custo entre R$ 6 mil e R$ 11 mil reais, de acordo com a cotação atual, já que os ingressos eram disponibilizados em dólar.

De acordo com titular da DRCO, delegado Bruno Fraga, as denúncias foram feitas através das redes sociais e após realizarem as buscas conseguiram chegar até ao local. "As denúncias foram feitas de forma espontânea, através das redes sociais e logo tomamos as providências" informou.



Ainda de acordo com o delegado Bruno Fraga, a festa acontecia desde o dia 2 e terminaria hoje. Além disso, os participantes teriam informado que todos teriam feito o teste para a Covid-19. “Eles alegam que fizeram o exame e testaram negativo. Outros dizem que foram vacinados, o que não impede do vírus ser transmitido" informou o delegado.

O titular do Força Especial de Resgate e Assalto (Grupo Fera), delegado Juan Valério, afirmou que os tripulantes passaram por comunidades indígenas, levando perigo a todos. "praticamente todos estavam sem máscara".

O delegado Juan Valério acrescenta que entre os passageiros tinham brasileiros e estrangeiros. “Alguns estavam embriagados, dificultando dessa forma o trabalho da polícia".

Segundo o secretário de Segurança Pública Cel PM Louismar Bonates, haviam estrangeiros hospedados no iate, e todos com um alto poder aquisitivo. “Tinham mais de 20 estrangeiros juntos aos brasileiros, todos bem informados, sabiam do risco que estavam trazendo para as comunidades ribeirinhas e indígenas” relatou.

O secretário ressalta que a festa foi organizada por uma empresa local e inicialmente o valor cobrado seria de 2 a 3 mil euros. “Essa informação ainda vai ser confirmada pela equipe da DRCO”.

Os presos foram levados em dois micro-ônibus até a Delegacia Geral, na Zona Centro-Oeste de Manaus, e de acordo com a polícia, irão responder a um Termo Circunstanciado de ocorrência (TCO)

Sobre o evento

A equipe de reportagem teve acesso a um convite distribuído com informações referentes ao evento. Segundo o documento, a duração da viagem foi do dia 02 a 06 de abril.

Conforme verificado no convite do evento, o primeiro dia da viagem consistiria na partida ao rio e ocorreria entre 13h e 18h, no Porto de Manaus. No segundo dia, haveria meditação e almoço na floresta, seguidos de “ecstatic dance”, uma dança voltada à entrega a movimentos livres guiados por ritmos musicais, voltados à obtenção transe e do sentimento de êxtase.

No terceiro dia, há programação para desenhos e meditação pela manhã, cerimônias com fogo, mais “ecstatic dance” e refeições locais, acompanhadas de uma “Celebração da Cobra” transcorrida entre o por do sol e o alvorecer.

No quarto dia, há prática de yoga, consumo de “brunches”, celebração com música orgânica e vitórias régias. O quinto dia seria voltado a café da manhã à bordo do barco em direção ao Encontro das Águas, seguida de meditação na embarcação. A volta à capital estaria marcada para às 18h, no Porto de Manaus.

Além de promover experiência com culinária local, o convite menciona o objetivo de organização de um fincamento coletivo, conhecido como “crowdfunding”, com a intenção de ajudar as comunidades: Dessana Tikuna, Kubeua, Tuyuka Tatuia e Makuna.

O documento menciona, ainda, que seriam realizados testes de Covid-19 nos participantes, 72 horas antes da partida ao rio. Segundo o convite da ação, a viagem consistiria em um “evento bolha” sem interação com comunidades locais.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.