Quarta-feira, 03 de Junho de 2020
ENTRETENIMENTO

Governo do AM publica edital que seleciona propostas de conteúdo virtual

Artistas e produtores culturais podem inscrever projetos em diversas modalidades artísticas



FOTO_Daniel_Rodrigues-Secom__1__1DF92456-DE5A-4D2C-9E04-6379706EBCD2.jpeg Foto: Daniel Rodrigues/Secom
31/03/2020 às 18:46

O edital “Fica na Rede, Maninho”, que selecionará propostas para realização de atividades artísticas de conteúdo virtual, abre inscrições a partir desta terça-feira (31). Lançado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, o edital tem objetivo de estimular a difusão de produções artísticas e de ações de capacitação durante o momento de crise ocasionado pelo novo coronavírus.

“O edital é uma das ações da secretaria para o enfrentamento da crise na cadeia produtiva da cultura e economia criativa neste momento. Um apoio para os artistas que terão suas atividades divulgadas na internet, assim como uma forma criativa de integração com o público no período de isolamento social”, comenta o secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.  



Serão selecionadas até 300 propostas, divididas em três lotes, nos meses de abril, maio e junho. As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, no Portal da Cultura, com prazo para o primeiro lote até o dia 8 de abril.

Podem participar pessoas jurídicas e físicas, maiores de 18 anos, e cada proponente poderá inscrever até três propostas, em todo o edital, sendo uma para cada lote. Os demais anexos necessários para realizar a inscrição também podem ser encontrados na aba “Editais” do site.

Datas

O período de inscrições será diferente para cada lote, sendo o primeiro com prazo até 8 de abril e veiculação dos projetos selecionados a partir do dia 27 de abril; o segundo lote terá inscrições de 13 a 23 de abril, com veiculação a partir de 11 de maio; já o terceiro lote receberá inscrições de 24 de abril a 8 de maio, com veiculação dos selecionados a partir do dia 1º de junho.

O “Fica na Rede, Maninho” abrange vídeos nas áreas de Artes Cênicas, Música, Artes Visuais, Audiovisual, Literatura e uma categoria denominada “Outras”, para projetos que envolvam duas ou mais linguagens artísticas, ou, que não se encaixem em nenhuma das modalidades na concepção do proponente.

O edital também contemplará ações formativas como vídeos teóricos e práticos nas diversas linguagens artísticas; uso de tecnologia, inovação, cultura, criatividade e sustentabilidade no âmbito da economia criativa;  bem como ações de ofícios como cenógrafo, maquiador, iluminador, técnico de som, produção cultural, produtor musical e outras atividades afins.

Projetos

Os vídeos deverão estar no Youtube ou em repositórios digitais (Dropbox e Google Drive), ter no máximo 60 minutos e estar no formato MP4 ou similares. O conteúdo deverá ser gravado na melhor definição possível, em formato horizontal, e o link do vídeo deverá estar no corpo da proposta apresentada. O vídeo poderá ser inédito ou já ter sido publicado e deverá conter na legenda a hashtag #FicaNaRedeManinho.

Podem ser inscritos espetáculos e experimentações criativas de circo, dança, teatro, entre outros ligados às Artes Cênicas; de apresentações musicais; processos criativos ligados às artes plásticas, e também de exposições, instalações, grafite, fotografia, desenhos, pintura, esculturas, objetos, videoarte e artes gráficas; vídeos de narração de histórias e lendas, leitura dramatizada, performances literárias, recitais poéticos, declamação de poemas de cordel; e produções de curtas-metragens de ficção e documentário, dentre outros.

Na categoria Literatura Impressa poderão ser inscritas obras em PDF, como e-books, HQs, Fanzine, que devem ser acompanhadas de vídeos do autor apresentando seu processo criativo e sinopse.

Veiculação

Os links dos projetos selecionados serão disponibilizados no Portal da Cultura e aplicativo após a publicação do resultado final de cada lote. Os vídeos também serão disponibilizados na TV Encontro das Águas em um programa com o nome do projeto, #FicaNaRedeManinho, de acordo com a grade de programação do canal.

Já as obras literárias enviadas cujos projetos forem selecionados serão disponibilizadas na Biblioteca Virtual do Amazonas.

Avaliação

A avaliação das propostas será feita em uma única fase a cada mês, realizada por uma comissão com dez membros, composta por representantes da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa; profissionais de reconhecida competência ou notório saber da sociedade civil do estado do Amazonas e colaboradores da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural, notadamente da área artística, escolhidos pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

Os projetos serão avaliados pelos critérios: Mérito da proposta (artístico, técnico e conceitual); Aspectos de criatividade e de inovação; e Qualificação e experiência profissional do Proponente.

O resultado preliminar de cada lote será divulgado no Portal da Cultura. Após a publicação, haverá um prazo de três dias úteis para recurso. Já o resultado final de cada lote será publicado no Portal da Cultura e Diário Oficial com o nome dos classificados.

Construção coletiva

No período de consulta pública do edital “Fica na Rede, Maninho”, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa contou com uma expressiva contribuição da comunidade. Foram recebidas 66 sugestões via e-mail.

Entre as alterações acatadas pela Secretaria está a inclusão da possibilidade de inscrição de pessoa jurídica, exclusão da carta de anuência, não exigência de reconhecimento em cartório para os documentos e a reformulação de alguns textos do edital, a fim de tornar a informação ainda mais clara.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.