Quarta-feira, 08 de Julho de 2020
RETOMADA

Governo do AM vai adotar revezamento de servidores durante retomada do funcionalismo

Apesar do retorno às atividades na segunda-feira (1º), atendimento presencial ao público só será retomado uma semana depois, no dia 8 de junho



show_PAC_Alternativo_5_Karla_Mendes_7BB19EBD-C3FD-4772-9BD3-98802A2D9556.jpeg Foto: Divulgação
29/05/2020 às 19:30

O Governo do Amazonas definiu as diretrizes para o retorno dos funcionários públicos às atividades presenciais a partir da próxima segunda-feira (1º). O detalhamento consta a partir do artigo 10º do decreto 42.330, que estabeleceu a reabertura econômica no estado, publicado na quinta-feira (28).

Apesar do retorno às atividades na segunda, o atendimento presencial ao público só será retomado uma semana depois, no dia 8 de junho. Após o decreto, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) anunciou que vai retomar o agendamento para atendimento a partir da segunda-feira (1º).



Os trabalhadores da educação não estão incluídos neste calendário, uma vez que ainda não há data definida para o retorno às aulas nas escolas públicas do estado.

Pelo decreto, órgãos e repartições públicas estaduais devem adotar medidas como o uso obrigatório de máscaras, a adoção de escala de revezamento de servidores e assegurar distanciamento mínimo de 1,5m entre cada servidor.

A participação de servidores em eventos ou viagens, internacionais, interestaduais ou intermunicipais continua suspensa e as reuniões de trabalho ou atividades que exijam o encontro de servidores devem ser realizadas pela internet.

Os servidores públicos que fazem parte do grupo de risco para a Covid-19 continuam trabalhando em home office, pelo menos, até o dia 6 de julho, que é a data definida pelo Governo para o retorno do grupo de risco em todos os setores.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.