Quarta-feira, 27 de Maio de 2020
EUROPA

Isolado na Espanha, manauara relata rotina de estado de sítio por coronavírus

Em confinamento há quatro dias, o manauara Francisco Machado concedeu entrevista por telefone ao A Crítica. Ele dá detalhes da rotina no país que já teve mais de 400 mortos por conta do vírus



WhatsApp_Image_2020-03-17_at_12.12.10_8BE11822-1439-4555-BE7B-8A88788B057E.jpeg Foto: Reprodução
17/03/2020 às 18:10

Morando na cidade de Cádiz, no Sul da Espanha, o manauara Francisco Machado, que é cientista social e técnico em vigilância em saúde, concedeu entrevista exclusiva ao A Crítica explicando o cenário da propagação do novo coronavírus no país. Ontem (16), a Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou que só na capital, Madrid, foram registradas 491 mortes e 11 mil infectados em todo o país. 

Em confinamento há quatro dias, o manaura concedeu entrevista por telefone ao A Crítica. "Hoje é o quarto dia em que a gente está em estado de alarme. Então os supermercados estão quase vazios, as pessoas estão isoladas e muitas só podem sair para trabalhar, pra levar o cachorro pra passear ou casos de urgência, somente", disse.



O cientista social mora na cidade há quatro anos, e relata não ter visto nada igual durante este tempo no país. "Se eu saio pra passear na rua, há uma fiscalização da polícia local, nacional, e que pode ser multado. Essa multa varia entre R$ 300 a R$ 3 mil euros. Não pode andar de carro também".

De acordo com o ministério de Saúde da Espanha, o país é o segundo da Europa e o quarto do mundo com mais contágios. 

"A gente ta mantendo a casa ventilada, não temos visitas, e mantendo a higiene para evitar esse tipo de infeccção", complementa.

Para ele, a melhor medida para conter o avanço do vírus é a prevenção. O técnico em vigilância utiliza o exemplo da dengue para reforçar as medidas de prevenção que a população no Brasil pode adotar para conter o avanço do vírus."A dengue é perigosa, mas mantendo cuidado com a informação, limpeza da casa, evitar locais com aglomeração de pessoas, tudo se normaliza com maior facilidade", afirma.

Hoje, o ministro da saúde da Espanha, Fernando Simón, afirmou que o país irá nacionalizar até quarta-feira (18), todos os leitos de tratamento intensivo (UTI) disponíveis no país."Dá a sensação de que o crescimento diário está em leve desaceleração", afirmou.

Os jovens podem contrair, mas podem não apresentar sintomas. No entanto, a falta de sintomas não signfica que podemos sair de casa, porque a gente pode transmitir para outras pessoas em risco, como idosos, crianças. Por isso o cuidado ao realizar isso", conta.

Casos

O estado de São Paulo registrou a primeira morte do novo coronavírus no Brasil. A vítima era um homem de 62 anos, e estava internada em uma unidade de saúde do estado. A informação foi divulgada pelo governo estadual na manhã desta terça-feira (17). O Amazonas segue com 33 casos suspeitos, de acordo com último boletim epidemiológico divulgado pela Fundação Vigilância e Saúde (FVS), ontem. Em todo o mundo mais de 100 mil pessoas podem ter sido infectadas com o novo coronavírus. Só na Itália, país europeu mais atingido pela pandemia na Europa, mais de 3 mil mortes foram registradas. 




 

Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.