Sábado, 27 de Fevereiro de 2021
URGÊNCIA

Juiz determina remoção de bebê com Covid para leito de UTI infantil

O pequeno Ravi, de 9 meses, ficou o sábado e domingo, ate o início da noite, em sala de reanimação; à noite, ele foi removido para o 'Joãozinho'



show_show_crian_a_2F93F6A3-B027-40BA-941E-A8A2317FC011.jpg
24/01/2021 às 21:37

Uma liminar  concedida pelo juiz Manuel Amaro de Lima determinou que o Estado do Amazonas providencie um leito de Unidade de Terapia Intensiva para o pequeno Ravi Emanuel Barreto Leite, de apenas 9 meses.  A decisão foi obtida em uma ação ingressada pela Defensoria Pública do Estado.

Conforme os relatos dos pais de Ravi, Anny Barreto e Raimundo Lázaro, que constam nos autos, a criança tem um quadro de Covid-19 agravado por uma bronquite aguda e por pneumonia. Desde sábado (23),  houve indicação médica para que ela fosse encaminhada para um leito de UTI. A recomendação partiu dos profissionais do Pronto Socorro da Criança da Zona Oeste, que não possui leito de UTI infantil.



Desde a indicação, a criança ficou  em atendimento no setor de reanimação da unidade hospitalar, sem o tratamento adequado necessitado diante do quadro. Aos pais, a informação que foi passada é que nenhum dos hospitais aceitou a transferência porque não havia leitos infantis de UTIs disponíveis. No boletim divulgado neste domingo pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas, há a informação de que há 12 leitos infantis de UTI disponíveis.

A decisão do magistrado foi publicada às 19h44 deste domingo. A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) informou que Ravi foi transferido à noite para um leito de UTI no Hospital e Pronto-Socorro da Criança da Zona Leste (Joãozinho). 

News whatsapp image 2019 06 22 at 17.28.20 a187bead 9f3c 42a6 86d0 61eb3f792e97
Jornalista de A CRÍTICA
Jornalista de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.