Sexta-feira, 30 de Julho de 2021
CENÁRIO

Justiça Federal manda retomar vacinação de grávidas e puérperas em Manaus

Na decisão, a juíza Jaíza Fraxe especificou que este grupo deverá receber doses da vacina da Pfizer/Biontech, ou CoronaVac. A secretaria de saúde de Manaus estima que 33 mil grávidas e puérperas devem ser vacinadas, a partir desta quarta-feira (26)



gravidas-vacina-covid-19-910x607_14DA9BDB-664C-481C-8680-0C80EC173E2E.jpg Foto: Reprodução/Internet
25/05/2021 às 21:45

A vacinação de grávidas e puérperas contra Covid-19 deve ser retomada nesta quarta-feira (26) em Manaus. É o que decidiu a juíza federal Jaíza Fraxe, da 1ª Vara Federal do Amazonas, nesta terça-feira (25). A decisão judicial que garante a retomada da vacinação neste grupo também emite uma série de determinações para campanha de vacinação na capital. 

Na decisão, a juíza especificou que este grupo deverá receber doses da vacina da Pfizer/Biontech, ou CoronaVac,seguindo recomendação do Ministério da Saúde. Fica de fora desse grupo doses da vacina da AstraZeneca/Fiocruz.

Para ser apta a receber a dose da vacina, é ncessário apresentar algo que ateste o estágio da gravidez, como exame de sangue, ultrassonografia ou cardeneta de gestante. As mesmas exigências valem para puerpéras. 

A secretaria de saúde de Manaus estima que 33 mil grávidas e puérperas devem ser vacinadas nesta etapa. Anteriormente, apenas grávidas com gestação de alto risco foram incluídas na campanha, agora Manaus deve vacinar todo o grupo.

É possível agendar o dia da vacinação clicando aqui. 



Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.