Sexta-feira, 18 de Junho de 2021
DISTRIBUIÇÃO

Manaus vai receber mais de 74 mil doses de vacina da Astrazeneca

Lote com 132,5 mil doses chegou ao Amazonas neste domingo e quantidade para Manaus foi definida em nota técnica da FVS-AM: 100% dos idosos acima de 75 anos serão vacinados



000_8ZH2UP_A6F9D5AC-66C0-473D-A989-4C50E5875FB8.jpg (Foto: AFP)
25/01/2021 às 18:40

Das 132.500 doses da vacina Astrazeneca recebidas pelo Amazonas neste domingo, 74.134 serão destinadas ao município de Manaus. As vacinas serão aplicadas em trabalhadores da saúde e idosos, com calendário a ser definido pela Prefeitura de Manaus.

Do total de doses recebidas pela capital, 20.206 devem ser destinadas a profissionais de saúde do município. A quantidade representa 35% do efetivo de trabalhadores da saúde ainda não vacinados. Com a nova remessa, será possível chegar a 74,45% dos trabalhadores da saúde vacinados.



Outras 20.259 doses serão destinadas a idosos com mais de 80 anos - que representam a totalidade de pessoas dessa idade na capital.  Entre os idosos de 70 a 74 anos, serão vacinados 37% deles, especialmente aqueles que possuem comorbidades e que possuem maior risco de agravamento e óbito, como acamados, pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica, pacientes com insuficiência renal crônica, pacientes com diabetes insulino dependentes, obesidade com IMC acima de 40, e pacientes transplantados e imunossuprimidos.

Além destes, haverá uma reserva técnica de 5% do total de doses destinadas: 3530.

A maneira como a vacinação se dará na capital ficará a cargo do município de Manaus. Conforme decisão judicial, as doses devem ficar armazenadas na Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas até que haja um calendário e planejamento total apresentados para a aplicação destes imunizantes.

No Amazonas

Dos grupos prioritários a receber a AstraZeneca em todo o Estado, há um total de 30.820 trabalhadores em saúde, que se encontram entre os grupos mais expostos ao vírus; 74.743 idosos acima de 75 anos; e 20.308 idosos entre 70 e 74 anos, o que corresponde a 37% dessa população.

Fases 1 e 2 – A primeira remessa de vacinas contra a Covid-19 enviada ao Amazonas, do imunizante Coronavac, foi destinada 100% dos povos indígenas aldeados do Amazonas; 34% dos trabalhadores de saúde, que totalizaram 29.361, além de idosos e pessoas com deficiência institucionalizados. A sobra de doses da primeira fase permite vacinar 4.150 profissionais que trabalham na área de saúde.

 Com a AstraZeneca, serão vacinados 30.820 trabalhadores. A soma das vacinas Coronavac e AstraZeneca chega a 64.331 trabalhadores, que representam 74,45% dos profissionais de saúde.

 As duas vacinas são aplicadas em duas doses. A Coronavac, com uma diferença de 28 dias entre a primeira e a segunda dose, razão pela qual os municípios receberam as duas doses juntas.

 A segunda dose da AstraZeneca é aplicada com uma diferença de 12 semanas; por essa razão, o Ministério da Saúde entregou somente um total para a aplicação da primeira dose no Amazonas.

News whatsapp image 2019 06 22 at 17.28.20 a187bead 9f3c 42a6 86d0 61eb3f792e97
Jornalista de A CRÍTICA
Jornalista de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.