Domingo, 25 de Julho de 2021
Recontagem de mortos

México diz que mortes por COVID-19 são provavelmente 60% maiores do que o número confirmado

De acordo com o novo dado, o número de mortos pode ter superado 400 mil



cidade-do-mc3a9xico_7D503211-7E8D-43B4-A995-4DCFA1AB23EC.jpg Foto: Reprodução / Internet
29/03/2021 às 08:26

O número de mortos no México devido à pandemia do coronavírus é provavelmente pelo menos 60% maior do que o número confirmado, segundo dados do governo.

Números atualizados sobre mortalidade excessiva em uma tabela publicada pelo Ministério da Saúde do México mostraram que até o final da sexta semana deste ano, 294.287 mortes "associadas ao COVID-19" foram registradas em atestados de óbito no México.



Isso foi  61,4% maior do que o número de mortos confirmado de 182.301 dado como uma comparação na mesma tabela.

Esse número não coincidiu precisamente com um dia específico dos boletins diários do Ministério da Saúde, mas mais de 25.000 mortes relacionadas ao COVID-19 foram relatadas desde meados de fevereiro. No domingo, o número de mortos confirmados do ministério era de 201.623.

O governo há muito diz que o número real de mortes de COVID-19 no México é provavelmente significativamente maior do que o número confirmado, que é um dos mais altos do mundo.

Taxas de teste relativamente baixas no México significam que muitas mortes não são confirmadas, mas ainda podem aparecer nos atestados de óbito como casos suspeitos, dizem os especialistas.

A estimativa mais alta do número de mortos foi baseada em uma busca por palavras nos atestados de óbito que mencionavam “COVID-19” e outros termos relacionados à pandemia, disse o ministério.

O total de mortes excessivas no México durante a pandemia era de 417.002 na sexta semana de 2021, de acordo com os dados.

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.