Terça-feira, 20 de Abril de 2021
LISTA

Onze acadêmicos de Medicina foram vacinados como médicos no 28 de Agosto

Pesquisa em lista dos vacinados em Manaus encontrou alunos da Ufam e da UEA vacinados como médicos; 'status' de quatro alunos no sistema da UEA foram alterados após questionamentos da reportagem



281_92B249DD-99D6-4B95-BFA8-454FF9CBD64E.jpg
25/01/2021 às 16:29

A lista dos profissionais de saúde vacinados no Hospital Pronto-Socorro (HPS) 28 de agosto identifica onze pessoas como médicas, que, na verdade, não possuem registro no Conselho Regional de Medicina do Amazonas (CRM-AM). A reportagem da A CRÍTICA apurou que estes profissionais ainda são estudantes da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e da Universidade Federal do Amazonas.

Fabiano Lopes Marques, Lorena Cristine Rodrigues de Oliveira, Lucas Carneiro dos Santos e Ana Paula Rodrigues Nascimento ingressaram no curso de Medicina da UEA no ano de 2015. Já Frank Santana Sampaio Júnior e as irmãs Karollyne Muniz Pessoa e Rayane Muniz Pessoa ingressarem na UEA em 2016. Até a data em que foram vacinados, nenhum deles havia concluído o curso.



Na sexta-feira, quando A CRÍTICA teve acesso à lista, consultamos o sistema de matrículas dos estudantes da UEA e as matrículas desses alunos constavam como “ativas”. Ou seja, pelo registro oficial eles ainda estavam estudando. Porém, ao refazer a consulta ainda na noite de sexta-feira, as matrículas de Fabiano, Lorena, Lucas e Ana Paula foram alteradas para “concluídas”. As matrículas de Frank, Karollyne e Rayane permanecem em andamento.

Esta mudança aconteceu depois que a reportagem procurou a UEA e a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) para questionar sobre a presença dos alunos na lista de vacinados. A lista de perguntas encaminhada pela reportagem à assessoria de imprensa da SES-AM chegou a vazar para alunos da UEA. 

Os nomes de quatro dos alunos da UEA - Fabiano, Lorena, Lucas e Frank – constam na decisão judicial proferida pela juíza Jaiza Fraxe, na qual ela determina que aqueles que “furaram a fila” da vacinação não devem receber a segunda dose. " (...) observo que internos em hospitais públicos não são da 1a fila, primeiro porque as aulas estão suspensas e depois porque suas presenças como internos sugere ausência de vínculo com sua condição de aluno, de modo que devem assumir o risco caso se encontrem em cooperativas de vínculo frágil. Uma irregularidade jamais pode justificar a outra. O povo que está na fila não pode morrer porque 4 alunos foram imunizados 'sem querer'", diz a juíza, na decisão. 

Somado a estes, os estudantes de Medicina da Ufam, João Pedro Salgado Pio Oliveira; Inayê Matias Bivar; Ranna Abadias Pessoa e Marianna Maisonnette de Attayde Silva também foram vacinados no mesmo dia. João Pedro ingressou no curso em 2017 e as demais estudantes entraram no ano de 2016.

Questionados pela reportagem, três alunos da UEA (Fabiano, Lorena, Lucas) informaram que atuam na unidade hospitalar na modalidade "sala de emergência" e que estavam na sala quando foram convocados para serem imunizados.
"Fomos convocados a tomar a vacina, todos que estavam na sala de emergência nesse dia! Então fomos. Ainda questionei sobre os grupos prioritários. Perguntei se teria problema e foi me dito que não, expliquei que ia me formar na próxima terça e então fui liberado. Só posso dar entrada no CRM quando tiver com diploma em mãos. Na terça-feira mesmo, teremos uma aula de ética e vamos dar entrada", explicou um dos alunos.
Karollyne Pessoa, uma das estudantes que foi vacinada, procurou a reportagem da A CRÍTICA para informar que ela e seus colegas fazem parte do Laboratório Acadêmico de Urologia situado no HPS 28 de Agosto e, por isso, atuam no hospital desde março do ano passado.

Colação próxima

Em resposta, a assessoria da UEA informou que apenas os estudantes Fabiano, Lorena, Lucas e Ana Paula irão colar grau nesta terça-feira (26), conforme resolução 002/2021 CONSUNIV/UEA.

A UEA informou ainda que, conforme prevê a Resolução 002/2022 CONSUNIV/UEA, no último dia 18 de janeiro iniciou, de forma virtual, a colação de grau antecipada de 15 alunos dos cursos de Medicina. Os discentes de Enfermagem, Medicina e Odontologia receberão antecipadamente a outorga de grau para atuarem ainda neste mês de janeiro no sistema de enfrentamento à pandemia realizado pela rede pública de saúde.

"Destaca-se ainda que a instituição superior, em abril de 2020, com o objetivo de ampliar a oferta de profissionais de saúde disponíveis para atuar no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19),  publicou a resolução (nº 07/2020) que permitiu a antecipação da formatura de 79 médicos, 28 enfermeiros e 21 farmacêuticos. A outorga de grau dos três cursos, que aconteceria somente em agosto, pôde ser feita imediatamente, em caráter especial, desde que o formando esteja de acordo em aderir ao procedimento. A medida teve como objetivo otimizar a disponibilização de serviços de saúde e aumentar a capacidade de atendimento das unidades públicas, especialmente aquelas que estão recebendo pacientes suspeitos e confirmados de Coronavírus", descreveu em nota.

Sobre os demais estudantes da UEA, a assessoria não confirmou quando seria sua colação. Além disso, a UEA esclareceu que os alunos em questão não foram vacinados por meio da instituição, mas no âmbito de estágios voluntários extracurriculares. A universidade ressaltou ainda que estes estágios extracurriculares não estão sob governança da UEA.

Em relação aos estudantes da Ufam, a assessoria da instituição federal informou que como o Hospital 28 de agosto é de responsabilidade da gestão estadual, a Ufam não tem como responder pela forma como as vacinas foram administradas nesta unidade em seus alunos.

A CRÍTICA questionou a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) sobre o motivo destes onze nomes estarem identificados como médicos da rede de saúde, apesar de ainda que não possuíssem CRM, assim como o porquê deles receberem a vacinação antes de terem concluído o curso. A SES-AM informou que "a vacinação realizada no dia 20/01 foi de responsabilidade da Prefeitura de Manaus, assim como o registro e identificação das pessoas imunizadas nas unidades na referida data".


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.