Terça-feira, 20 de Abril de 2021
Nova variante

'Por favor, entre em contato': Grã-Bretanha procura pessoa infectada com a variante identificada no Brasil

A pessoa infectada fez o exame há mais de duas semanas e não deu outros detalhes sobre com quem manteve contato



Sem_t_tulo_17DC954B-AA44-4548-907D-58924A7B7D00.jpg Foto: REUTERS
01/03/2021 às 11:32

A Grã-Bretanha apelou na segunda-feira para que um indivíduo misterioso infectado com a variante identificada no Brasil altamente transmissível do novo coronavírus se apresentasse, mais de duas semanas após o teste ser positivo, mas não forneceu os detalhes de contato adequados.

A Grã-Bretanha disse que seis casos foram detectados da variante “P.1” identificada em Manaus, contra os quais as vacinas atuais parecem ser menos eficazes. Dois estavam em South Gloucestershire na Inglaterra e três na Escócia.



Mas um sexto indivíduo na Inglaterra, um dos mais de um milhão de pessoas testadas em 12 e 13 de fevereiro, ainda não tinha sido identificado.

“Se você fez um teste no dia 12 ou 13 de fevereiro, (e) não recebeu seus resultados, por favor, entre em contato”, disse o ministro da Vacinação, Nadhim Zahawi, à Times Radio. “Estamos trabalhando com o sistema postal para tentar localizá-los.

A variante P.1 compartilha mutações significativas com uma variante detectada pela primeira vez na África do Sul, conhecida como B.1.351, que levantou preocupações semelhantes.

O primeiro-ministro Boris Johnson disse às emissoras: “Não temos nenhuma razão no momento para pensar que nossas vacinas são ineficazes contra essas novas variantes de todos os tipos”.

Os fabricantes estão trabalhando em medidas para adaptar suas vacinas às mutações do vírus.

Johnson disse que o governo continuará com um relaxamento “cauteloso, mas irreversível” das restrições de bloqueio.

Um dos casos na residência em South Gloucestershire havia voado do Brasil via Zurique para Londres, chegando em 10 de fevereiro.

Todos os três casos escoceses foram identificados como pessoas que voaram do Brasil para Aberdeen via Paris e Londres e se isolaram pelos 10 dias necessários.

Até domingo, mais de 20 milhões de pessoas na Grã-Bretanha receberam a primeira dose da vacina COVID-19 - pouco mais de 30% da população - enquanto cerca de 800.000 receberam uma segunda dose.

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.