Sexta-feira, 25 de Junho de 2021
CPI da Covid-19

Presidente da Anvisa afirma que foi contra a ideia de mudar a bula da Cloroquina para uso no tratamento da Covid-19

Ele disse que o “tratamento precoce” é feito com testagem em massa e diagnóstico precoce da doença antes que o paciente entre em estado grave



x92839158_PA-Brasilia-BSB-11-05-2021-Sessao-da-CPI-da-Pandemia-na-foto-o-depoimento-do-Diretor-da-ANV.jpg.pagespeed.ic.bu7_Fm8J0W_EF2208EE-7764-40BB-83C9-AFDD93408A35.jpg Foto: Reprodução / Internet
11/05/2021 às 12:48

Em depoimento à CPI da Covid-19 na manhã desta terça-feira (11), o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, afirmou que ficou extremamente nervoso e subiu o tom de seu posicionamento ao ouvir a proposta de mudança da bula da cloroquina, para que fosse incluído o uso no tratamento da Covid-19 nas indicações de uso do medicamento.

“Eu até peço desculpa, pois fui deselegante na minha resposta. Dei meu posicionamento e logo me retirei da reunião, assim como o ex-ministro da saúde Henrique Mandetta”, afirmou.

Torres reforçou seu posicionamento em relação ao tema. “Quem faz alteração em bula de remédio é o laboratório que o produziu e não pode partir de uma pessoa física”, explicou. Ele disse que não sabe dizer de quem partiu a ideia para a mudança na bula.

Ainda no depoimento, Torres disse ser totalmente contra o uso da cloroquina como medicamento para tratamento precoce da Covid-19. “Tratamento precoce da doença é a testagem e o diagnóstico precoce, obviamente. Observação de todos os sintomas que a pessoa pode ter e tratá-los, combatê-los o quanto antes", completou.



Especial para A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.