Terça-feira, 24 de Novembro de 2020
MEDIDAS DRÁSTICAS

Prisão e multa para quem abrir comércio em meio a explosão de casos da covid-19

Para evitar colapso do sistema de saúde, governo endurece medidas restritivas de circulação de pessoas. No mesmo sentido, Prefeitura anuncia que comerciantes que insistirem poderão ter o alvará cassado



1595435_B9591363-5D33-4763-9282-B6B4EC2052FB.jpg Foto: Junio Matos
06/04/2020 às 08:19

O governador Wilson Lima anunciou, no sábado, que determinou a utilização do efetivo das forças de segurança do Estado, mais incisivamente, para multar e até prender quem descumprir o decreto de distanciamento social, que proíbe o funcionamento de estabelecimentos comerciais não essenciais durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), como bares.

As medidas restritivas estão sendo tomadas para evitar a circulação de pessoas e, consequentemente, a propagação da doença. "Infelizmente muitas pessoas têm ignorado a gravidade desse problema. Por isso a gente está tomando atitudes mais rígidas e mais drásticas. Hoje (sábado) estive reunido com meu pessoal da Segurança Pública e nós estamos colocando na rua toda a nossa Força de Segurança, Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros, Fundação de Vigilância em Saúde, Procon-AM, para multar quem desrespeitar o que estabelece o decreto, e punir também, seja levando para a delegacia, ou prisão. Enfim, medidas que preveem a legislação para que esse decreto seja efetivamente cumprido", disse o governador, durante a transmissão nas redes sociais.



Ele destacou o apoio do empresariado local e inciativa privada “que estão ajudando a desenvolver tecnologias no combate ao coronavírus” e destacou o trabalho dos prefeitos do interior do Estado que fecharam estabelecimentos comerciais. "Essa iniciativa dos prefeitos pode ser a explicação para que os casos no interior não evoluam, o que não acontece aqui em Manaus", disse.

O governador ressaltou a importante do isolamento social no combate à Covid-19. "Não existe outro caminho que não seja o isolamento social. Todas as medidas que estamos tomando são baseadas nas determinações do Ministério da Saúde e OMS. Tudo que estamos fazendo é com transparência. Nenhuma morte ocorreu por falta de apoio. Nenhuma vítima deixou de ser atendida pelo governo e temos trabalhado com todo esforço para atender à população e  trabalhado para ampliar a nossa capacidade de atendimento, mas cada um precisa fazer a sua parte", comentou.

Wllson Lima criticou as notícias falsas que vêm sendo divulgadas por conta da pandemia. "Determinei que tudo que acontece seja repassado para a população pois trabalhamos de forma transparente. Peço que procurem os canais oficiais do Governo e da Susam e que não repassem fake news. Desconfiem de algo que não seja divulgado pelo Governo do Estado e imprensa séria, disse Lima.

Transporte suspenso

O governador também anunciou que vai assinar um decreto para proibir o transporte de passageiros em viagens estaduais e intermunicipais e permitindo somente o transporte de cargas de itens essenciais como alimentação nas rodovias do Amazonas.

"Diante de toda essa situação, nós estamos tomando mais medidas restritivas, hoje (sábado) estou assinando um decreto para suspender, a partir de segunda-feira (hoje), todas as viagens intermunicipais e interestaduais de passageiros em ônibus, transporte coletivo, táxi lotação, ou similar, permitindo apenas o transporte de cargas, para que a gente possa continuar garantindo o abastecimento de estabelecimentos que são essenciais", disse o governador.

A última edição do Diário Oficial do Amazonas (DOE-AM) publicada até este domingo era a do dia 1º, conforme consulta ao site da Imprensa Oficial.

Detran faz operação de fiscalização

Em cumprimento ao decreto que proibiu o funcionamento de estabelecimentos comerciais não essenciais para evitar a propagação do novo coronavírus, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) informou que tem realizado ações de fiscalização voltadas a condutores que consomem bebida alcoólica em lojas de conveniência.

No bairro Vieiralves, na Zona Centro-Sul da capital, um estabelecimento que funcionava irregularmente foi fechado pelos policiais militares no último sábado. Ainda no sábado, a fiscalização do Detran-AM também percorreu lojas de conveniência. Na Zona Norte, quatro condutores foram flagrados embriagados. Um quinto se negou a fazer o teste do bafômetro e foi autuado.

Entre sexta e sábado, as ações resultaram na emissão de 32 autos de infração e no recolhimento de nove veículos.

Alvarás poderão ser caçados pela prefeitura

O prefeito Arthur Neto anunciou ontem que irá decretar a cassação do Alvará de Funcionamento de comerciantes não inclusos nos serviços essenciais e que insistem em desrespeitar as determinações de isolamento social durante a pandemia de Covid-19. A prefeitura também irá suspender temporariamente a venda do passe estudantil e a gratuidade para idosos.

“Tomamos a decisão de cassar alvarás provisoriamente, enquanto durar essa crise, de comerciantes que estão insistindo em aglomerar pessoas e não compreendendo o mal que estão fazendo para sua própria saúde, para seus fregueses e para a cidade. O decreto sai amanhã (hoje) e nesse momento a nossa prioridade é cuidar da saúde”, disse o prefeito, em vídeo divulgado em suas redes sociais.

Sobre a suspensão do passe estudantil e da gratuidade para idosos, o prefeito justificou como uma medida coerente, uma vez que as aulas estão suspensas e que idosos devem seguir as recomendações de isolamento social.

“Fica suspensa, enquanto durar a crise, a venda de passe estudantil, porque não tem escola funcionando, e a gratuidade aos  idosos nos ônibus também,  porque eles têm de ficar em casa. Estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance para conter a propagação“, reforçou.

São 225.289 estudantes cadastrados na meia-passagem. No caso dos idosos, não há cadastro, uma vez que basta apresentar a identidade para ter acesso gratuito aos coletivos.

O prefeito também determinou que neste domingo fossem iniciados os trabalhos de infraestrutura ao redor do hospital da Universidade Nilton Lins,  que reforçará o atendimento de casos de Covid-19.

Repórter de A Crítica

Tudo sobre o Coronavírus



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.