Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020
SAÚDE

Profissionais da saúde adaptam seus atendimentos a situação de isolamento

Atendimentos, que antes era feito exclusivamente pessoalmente, agora passa por uma triagem e até mesmo por WhatsApp



Telefarm_cia_e_telemedicina_substituir_o_o_Dr._Google_6C22C6AC-37F7-49F5-8CB1-FFC330456186.jpg Foto: Reprodução
31/03/2020 às 15:34

A atual situação com recomendação de isolamento social está fazendo com que muitos profissionais de saúde tenham que mudar a sua forma de atendimento. O que era feito exclusivamente pessoalmente, agora passa por uma triagem e até mesmo por WhatsApp.

A médica cirurgiã vascular Fabiana Lo Presti, do Instituto CardioVascular, criou um mecanismo de triagem para atender seus pacientes, que é feito por telefone. Trata-se do teleatendimento e telemonitoramento.



“Pacientes com suspeita de trombose, pacientes com ferimentos em pés diabéticos e pacientes renais sem acesso para hemodiálise são consideradas urgências vasculares são encaminhados para consultas. Outros mais eletivos podem receber apenas uma orientação. Já os com trauma são orientados a seguirem logo para o pronto-socorro”, explicou.

Ainda de acordo com ela, essa medida é para resguardar ainda mais a segurança dessas pessoas e dos profissionais que precisam manter contato com elas.

“Muitos desses pacientes fazem parte do grupo de risco, por isso estamos tento o cuidado de orienta-los a sair de casa somente em caso de extrema necessidade. Os atendimentos não serão paralisados, mas adaptados à atual realidade”, explicou.

As consultas e orientações podem ser agendadas pelo número de WhatsApp (92) 98200-0092.

Já as especialistas em atendimento materno do grupo Mammamia Assessoria Materna reduziram ao máximo a quantidade de visitas domiciliares.

“Entendemos que muitas mães ainda têm necessidade de um suporte durante o puerpério. Para elas, mantemos a orientação por whastapp (mensagens e chamadas de vídeo) ou por ligação. Com isso, queremos resguardar a saúde dela e dos pequenos”, afirmou a enfermeira Maria Alice Santos.

Dentre os atendimentos oferecidos pelo grupo estão orientações às mães com dificuldade na amamentação, primeiros cuidados com os recém-nascido e outros cuidados básicos. Outro serviço prestado por elas e que está suspenso momentaneamente é a aplicação de brincos nas bebês, que é realizado em casa.

Elas também estão trabalhando com valores diferenciados.

“Entendemos que o momento financeiro está delicado para todos e não queremos usar a situação econômica atual para explorar nossos pacientes. Por isso, resolvemos trabalhar com valores menores que os praticados normalmente”, assegurou.

As consultas podem ser agendadas pelos números de telefone (92) 99164-6594 ou (92) 98179-0469.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.