Segunda-feira, 25 de Maio de 2020
DESPEDIDA

Protocolo é diferente para sepultamento de casos suspeitos ou confirmados de Covid-19

Familiares de Edvaldo Lima, 72, precisaram tomar precauções durante enterro na tarde desta segunda-feira (6)



photo_2020-04-06_16-49-13_3C5AAE19-D6D4-4C46-9BA3-07E8CDE92311.jpg Foto: Euzivaldo Queiroz
06/04/2020 às 17:00

Choro e distânciamento. É isso que muitas familias têm vivido durante o sepultamento dos seus entes queridos em tempos de pandemia do coronavírus. A despedida, de longe, é uma prática comum e necessária, mesmo quando a causa da morte é apenas suspeita por Covid-19. 

No Cermitério Parque Tarumã, na Zona Centro-Oeste da cidade, a rotina segue os padrões normais quando se fala de preparação de covas e movimento. Mas a rotina dos coveiros e dos agentes funerários se modifica quando o enterro está relacionado com uma vítima (ou suposta vítima) da doença.



Na tarde desta segunda-feira (6), os familiares de Edvaldo Lima, 72, lamentavam ocorrido e ainda esperavam o resultado do exame que iria atestar se o idoso tinha sido vítima da Covid-19 ou não. 

Ele, que morava no bairro Amazonino Medes, Mutirão, Zona Leste, morreu no hospital Delphina Aziz, apos ficar internado no local por dois dias. A falta de ar foi o motivo da ida do idoso ao pronto-socorro Platão Araújo, onde buscou o atendimento de imediato. 

A neta, Andeia Lima, 19, lamentava a morte do avô e sentia por não terem conseguido fazer uma despedida "de forma decente".

"Não chegar perto é muito triste, mas temos que seguir as recomendações da vigilância e da funerária. Essa incerteza, do motivo, deixa a gente apreensivo por conta do risco", disse a jovem ao destacat que o resultado do exame deve sair essa semana ainda. 

No cemitério, alguns coveiros do local também precisam usar vestimentas adequadas, como as usadas pelos agentes funerais. No caixão, apenas eles podem tocar para fazer o manuseio até a cova. Apenas depois de fechar a cova os familiares chegam perto para prestar as últimas homenagens.

News 67871831 2375776725837034 8549020935401766912 n b8a48296 b506 45ea 8ef1 41a701c3e456
Repórter de Cidades
Formada em 2010 pela Uninorte, é pós-graduada em Assessoria de Imprensa e Mídias Digitais pela Faculdade Boas Novas. Repórter de Cidades em A Crítica desde 2018.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.