Sexta-feira, 03 de Julho de 2020
Números

Secretária de Saúde do AM diz: 'foco é aumento de leitos'

Segundo Simone Papaiz, a demanda do coronavírus exige pelo menos 2.190 leitos



secret_ria_sa_de_F2C7F02F-E63E-48A1-9B2A-EE7A2B817B29.JPG Secretária Simone Papaiz falou sobre o desafio de assumir a gestão da saúde do Amazonas em meio a uma pandemia. Foto: Divulgação
22/04/2020 às 22:26

Em sessão ordinária online, na tarde desta quarta-feira (22), os deputados estaduais do Amazonas cobraram ações efetivas da Secretaria de Estado de Saúde (Susam). Em reunião, a titular da secretaria, Simone Araújo de Oliveira Papaiz apresentou o Plano de Contingência Estadual para o enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19) e afirmou que “a estratégia tem um único foco: aumento de leitos”.

Na ocasião, a secretária informou que 95% dos leitos clínicos e 98% dos leitos de UTI disponíveis na rede estadual de saúde estão ocupados por pacientes da Covid-19. “A nossa grande dificuldade é a forma que avança a doença”, disse Simone Papaiz.



Ao todo, são 1.039 leitos disponíveis na rede estadual de saúde. Segundo a titular da Susam, seriam necessários 2.190 leitos para atender somente a demanda do coronavírus. Entre as dificuldades enfrentadas pela agenda estão a dificuldade de encontrar insumos no mercado e a questão de recursos humanos em saúde.

“Temos um déficit no número de leitos”, admitiu a secretária. De acordo com a titular, o número dos leitos não é suficiente nem para as outras demandas de saúde do Amazonas. “O enfrentamento está sendo muito pesado, como gestora, isso é uma coisa que eu nunca imaginaria passar”, disse.

Sobre a compra de respiradores com valor 316% mais caro que a média, a secretária informou que não foi uma compra errada, mas sim uma questão de mercado causada pela alta procura.

A secretária anunciou ainda chegada de 23 toneladas de equipamentos de proteção individual (EPIs) doadas pelo Itaú ao Governo do Amazonas.

Na reunião, Simone apresentou o Plano de Contingência Estadual para o enfrentamento ao novo coronavírus, que tem 45 páginas e foi elaborado pela equipe técnica da Susam, com base em dados e protocolos de atendimento estabelecidos pelo Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde (OMS). Ela ressaltou que o plano não foi criado em sua gestão.

Durante a reunião, cada parlamentar teve tempo de 3 a 5 minutos para fazer perguntas à Susam.  Entre os principais questionamentos estavam questões relacionadas ao número de leitos disponíveis; atraso de salários de médicos e enfermeiros; respiradores e saúde no interior.

A reunião começou por volta das 15h40 da tarde e terminou às 21h. Por conta do abandono de alguns parlamentares, nem todas as perguntas foram respondidas, somente as de quem ainda acompanhava a reunião.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.