Sexta-feira, 07 de Maio de 2021
TRANSFERÊNCIAS

Transferidos para outros estados já chegam a 343, diz Ministério da Saúde

Até agora foram 335 pessoas acometidas pela Covid-19 e oito em tratamento oncológico para 13 estados e o Distrito Federal



40eec716-2ee3-469f-9397-b7fb786f31ad_AD965CD6-9DA8-48BE-A634-BE844BFBFECC.jpg Foto: Junio Matos
30/01/2021 às 15:43

O número de pacientes do Amazonas transferidos para tratamento em outros estados brasileiros chegou a 343 neste sábado (30/01). A operação está sendo realizada pelo Ministério da Saúde (MS) e Governo do Amazonas, com o apoio do Ministério da Defesa. Do número total de transferidos, 335 são pacientes com Covid-19 e oito em tratamento oncológico. Destes, 96 já retornaram curados para Manaus, até o momento.

A previsão é que neste sábado mais 36 pessoas diagnosticadas com Covid-19, de gravidade leve ou moderada, condição que permite a remoção aérea, sejam transferidas para outros estados, sendo 18 são para Natal/RN e 18 para Florianópolis/SC.



Os pacientes estão sendo transferidos para leitos de hospitais universitários federais, vinculados ao Ministério da Educação, disponibilizados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH). E, também, para leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) de outros estados.

A iniciativa de realocar pacientes do Amazonas em outros estados é uma das ações implementadas pelo MS para reorganizar e desafogar o sistema de saúde local, junto com medidas de ampliação de leitos nos hospitais e implantação de Enfermaria de Campanha em Manaus.

A meta, de acordo com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, é transferir 1,5 mil pacientes, abrindo leitos para os casos graves, nesse período de novo pico de Covid-19 no estado.

Dos 343 pacientes transferidos do Amazonas, 48 foram para Goiás, 41 para o Rio Grande do Norte, 39 para o Maranhão, 36 para o Espírito Santo, 30 para Alagoas, 27 para Pernambuco, 23 para o Piauí, 23 para o Pará, 18 para Minas Gerais, 17 para o Paraná, 15 para o Distrito Federal, 15 para a Paraíba, oito para o Rio de Janeiro e três para o Acre.

Os voos partem da capital amazonense, Manaus, e dos municípios de Parintins e Tabatinga. São realizados pela Força Aérea Brasileira (FAB), em aeronaves com estrutura e equipamentos adequados para o transporte seguro dos pacientes.

As oito pacientes oncológicas removidas de Manaus, todas com câncer de mama, foram recebidas para cirurgia no Hospital de Câncer 3, do Instituto Nacional de Câncer (Inca), no Rio de Janeiro/RJ, na última sexta-feira (29/01). Mais voos para pacientes não-Covid estão previstos para a próxima semana.

Entre os já curados que retornaram para Manaus, total de 96 pessoas, 63 delas chegaram entre quinta-feira (28/01) e a madrugada deste sábado (30/01), vindas de São Luís (MA), Natal (RN), Teresina (PI), Goiânia (GO), Belém (PA), Maceió (AL), João Pessoa (PB) e Uberaba (MG).

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.