Domingo, 07 de Março de 2021
Atendimento psicológico

UEA, profissionais e organizações voluntárias oferecem serviços psicológicos e multiprofissionais para agentes de saúde da linha de frente

Atendimento será de segunda a sábado, das 8h às 22h. Os grupos de WhatsApp funcionam com horário mais flexível



saude-mental-na-pandemia_C8C0D426-B0B7-452D-8E53-9E55F41E5748.jpg Foto: Reprodução / Internet
17/01/2021 às 09:55

A pandemia da Covid-19, considerada como a maior crise sanitária deste século, impacta profundamente a vida das pessoas e, claro, a saúde mental de quem trabalha na área de saúde. Com o objetivo de oferecer serviços psicológico e multiprofissional gratuitos aos profissionais de saúde da linha de frente, foi criado o “Nós da Linha de Frente”, iniciativa de professores da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), em parceria com uma rede de apoio de profissionais e organizações voluntárias de todo Brasil. Até o momento, são mais de 100 pessoas envolvidas na ação, entre estudantes e profissionais formados.

O “Nós da Linha de Frente” atuará com os seguintes segmentos: Atendimento Psicológico para Profissionais da Linha de Frente, com grupo Conexão Afetiva; Redes de Conversa virtuais para profissionais da linha de frente, com o grupo Humanidades; Grupo de Ajuda Mútua entre profissionais da saúde para atuação na Covid; Grupo de Ajuda Mútua entre fisioterapeutas para atuação na Covid; Atendimento on-line gratuito para profissionais da linha de frente - Fonoaudiologia; além da Palestra com a paliativista Dra. Ana Cláudia Quintana Arantes (Casa do Cuidar).



O professor da UEA, e um dos coordenadores da ação, Márcio Santos, explica que a iniciativa surgiu a partir do cenário que a sociedade vive com a pandemia, do projeto de extensão da UEA, Espaço de Atendimento Psicossocial (EPSICO) que é vinculado a Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (Proex) e projetos ligados aos serviços de saúde a comunidade acadêmica. “A proposta é agir emergencialmente pensando nos profissionais da linha de frente que combatem à Covid-19, assim como também a população em geral. Porque o serviço vai enumerar várias linhas de atuação”, destacou.

Existe toda uma rede de assistência pensada para amparar e dar o suporte a essas pessoas. “Lembrando que suporte, no sentido psicológico, é suportar. O “Nós da Linha de Frente” está ouvindo o sofrimento do outro com o objetivo de doar o nosso corpo para suportar a dor do outro”, enfatizou o professor.

Linhas de atuação - Os Grupos de Ajuda Mútua são destinados aos profissionais da linha de frente e tem como objetivo a troca de respostas rápidas entre médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, odontólogos, técnicos, psicólogos, dentre outras categorias. É um serviço de auxílio no manejo de condutas e procedimentos, e visa amparar tecnicamente os profissionais que estão precisando de suporte.

Outro serviço oferecido dentro do projeto é o atendimento psicológico on-line do Conexão Afetiva, grupo de psicólogos voluntários que estão se oferecendo para atuar, neste momento, prestando suporte psicológico aos profissionais de Manaus. “Isto é muito importante porque temos uma rede fora do Estado que proporciona o compartilhamento de experiências. É um grupo que está fazendo essa interconexão com o “Nós da Linha de Frente”. Os psicólogos são supervisionados”, pontuou Santos.

Outro grupo é o “Time Humanidades 2021”, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que oferece uma rede de conversa on-line para os profissionais de saúde. Outro grupo é de “Cuidado ao Luto”, ligado ao Entre Laços, que irá atender os familiares que perderam entes queridos que trabalhavam na linha de frente. 

A ação conta também com fonoaudiólogos de outros estados que disponibilizam atendimentos on-line gratuitos aos profissionais da linha de frente com sequela pós-Covid.

Haverá ainda um serviço de saúde mental dedicado aos familiares dos profissionais da linha de frente, pois esses são afetados diretamente. Também haverá uma linha dedicada à Imprensa que narra a crise, o caos, vê o sofrimento das pessoas, as mortes, desespero das pessoas, além do atendimento aos Operadores de Campo, aqui chamados de ‘coveiros’.

Como ter acesso

Para obter acesso aos serviços basta acessar o link https://linktr.ee/nosdalinhadefrente e escolher qual necessidade precisa no momento. Lembrando que alguns serviços terão atendimento de segunda a sábado, das 8h às 22h. Os grupos de WhatsApp funcionam com horário mais flexível.

Mais informações podem ser obtidas através do e-mail projetonosdalinhadefrente@gmail.com

 

 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.