Quarta-feira, 03 de Junho de 2020
DEPOIMENTOS

Vereador e empresário falam sobre casos de coronavírus na família

Filha do vereador Isaac Tayah e nora do empresário Paulo De Carli testaram positivo para a Covid-19



0796AF50-0DB5-416A-9AB2-E54B9D59E076_F0744017-65E3-4D14-9BA7-9559C30F9A35.jpeg Foto: Arquivo/A Crítica
23/03/2020 às 18:33

O novo coronavírus não está poupando a família de vereadores e empresariado local de Manaus. Nesta segunda (23), o vereador Isaac Tayah confirmou que sua filha, uma médica de 24 anos de idade, foi infectada com o vírus e está em isolamento em casa.

Também hoje, o empresário e ex-vereador Paulo De Carli afirmou que sua nora testou positivo para coronavírus. Ela, um dos filhos e três netos de 20, 16 e 10 anos de idade estão em isolamento total em casa, na cidade de Manaus, não apresentam qualquer sintoma, mas que mesmo assim serão testados nas próximas horas.



No caso da filha de Isaac Tayah, ela é uma médica plantonista que atua nos hospitais e pronto-socorros 28 de Agosto e  João Lúcio, e a contaminação deve ter ocorrido no primeiro, disse o pai, que é médico oncologista e de cirurgia digestiva e bariátrica.

A jovem tem como sintomas atuais fosse, febre, secreção, falta de ar e dor de garganta. Ela está isolada desde a última quarta-feira (18) e, hoje, fez um exame de tomografia que deu positivo para alívio de Tayah e família. Está sendo medicada com o antiviral Tamiflu.

Como tiveram contato com a médica, além do pai, também o namorado dela, um irmão e uma funcionária da família vão ser testados para saber se foram infectados. Todos estão isolados em casa.

“Como o exame que ela fez deu positivo, e nós que somos contactantes, iremos ficar isolados até sair o resultado do exame. Espero que dê negativo”, disse o médico, destacando que o resultado do teste sai nesta terça-feira. Ele é hipertenso e, em 2019, fez tratamento para câncer no cerebelo.

Segundo ele, a contaminação da filha “não ocorreu de alguém que estava com o coronavírus no Hospital 28 de Agosto, mas ridiculamente de outro médico”. Conforme frisa ele, “nós profissionais da área de Saúde somos mais propensos a adquirir doenças como o coronavírus”.

Isaac Tayah elenca ações que podem ser feitas em prevenção ao Covid-19, mas que, reunidas, levam a duas palavras: higienização e isolamento.

“O Coronavírus pode não atingir todo mundo se forem atendidas as recomendações, de lavar bem as mãos com água sabão ou detergente, passar nas superfícies água sanitária, ao chegar da rua tomar logo banho e trocar a roupa. Se tiver alguém resfriado espirrando ensine como deve fazer: usar máscaras. Quem é da área de saúde tem ter o máximo de cuidado e  usar EPIS e, ao chegar em casa, se limpe e deixe sandália fora da porta, para lavar com água sanitária usando luvas. Melhor no momento é ficar em casa. Aqueles cujos sintomas não passem mais, como falta de ar, procure SPA, posto ou pronto socorro. Deve-se ter cuidados com idosos, doenças raras, diabetes e hipertensão”, explica o vereador e médico.    

Nora de De Carli

Segundo Paulo De Carli, a contaminação da nora pode ter ocorrido na primeira semana de março durante uma convenção do qual ela participou no Sul do Brasil e que teve conexão de voo em Guarulhos (SP). Não há notícia de qualquer contato com pessoas contaminadas conhecidas da mesma.

De acordo com o ex-vereador, sua nora apresenta os sintomas-padrão da Covid-19, como tosse seca e intensa (crises), falta de ar em alguns momentos, especialmente à noite, febre intermitente. “Os sintomas são parecidos com o de uma pneumonia”, disse o empresário.

Ele conta que a nora está se tratando com medicamentos padrão contra os sintomas e antiviral (Tamiflu) e que ela está reagindo bem ao problema. “Ela está reagindo bem e se recuperando com certa tranquilidade, em isolamento no quarto e com as medidas de proteção adotadas ao resto da família”, informa ele.

“Já meus netos e meus filhos estão em casa, porém em ambientes separados e não apresentam qualquer sintoma da doença. Vão cumprir a quarentena completa. A FVS (Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) não está aconselhando realizar exames neles, enquanto não apresentarem sintomas de contaminação. Existe escassez de kits de testes... eles estão priorizando casos suspeitos (sintomas associados)”, afirmou o empresário.

Na opinião de Paulo De Carli, “a pandemia é uma coisa inevitável e que contagiará, ao longo de algum tempo, talvez anos, milhões de pessoas” e o essencial é “manter a calma, seguir as orientações das autoridades e especialistas, confiar na reação da ciência e entender que provavelmente o mundo não será mais o mesmo”.

Segundo ele, “estamos diante de um evento muito mais impactante do que foi o ‘11 de Setembro’” e em um momento de “grande alteração econômica, social e veremos a própria humanidade ser testada no seu melhor e no seu pior; é compreender o momento e agir com racionalidade, fé, otimismo e garantir melhorias para o mundo que reescreve a história”.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.