Sábado, 28 de Novembro de 2020
imunidade

Especialista explica como a vitamina D pode ajudar contra a Covid-19

Em meio a pandemia do novo coronavírus, notícias têm propagado a ideia de que a vitamina D oferece proteção à doença respiratória ao fortalecer sistema imunológico, mas ainda não há evidência científica que comprove isso.



WhatsApp_Image_2020-04-04_at_21.29.02_2DC87D49-90B8-4D7B-A8C3-B788C28B8E53.jpeg Especialista explica as propriedades nutricionais da vitamina D e como ela age no organismo do ser humano (foto: divulgação)
05/04/2020 às 06:00

A vitamina D, importante para regulação do fornecimento de cálcio e fósforo no organismo, foi apontada como grande aliada para o combate à pandemia do novo coronavírus. A relação com a doença surgiu após um estudo italiano apontar que a maioria dos pacientes hospitalizados com a Covid-19 apresentou falta de vitamina D. O estudo analisa as possíveis causas do contágio da doença e propõe a vitamina D não como uma cura, mas como uma ferramenta para reduzir o risco de a infecção se agravar.

Apesar de ainda não haver estudo que comprove a eficácia da vitamina D no novo coronavírus, a nutricionista Abzair Leonel afirma que essa vitamina exerce diversas funções básicas em nosso organismo e tomar banho de sol é recomendável por questão de saúde de modo geral, assim como se manter sempre hidratado.



“Além dos clássicos papéis de reguladora do metabolismo do cálcio e da saúde óssea, as evidências sugerem que a vitamina D module direta ou indiretamente cerca de 3% do genoma humano, participando do controle de funções essenciais à manutenção do equilíbrio sistêmico, tais como crescimento, diferenciação e morte celular, regulação dos sistemas imunológico, cardiovascular e musculoesquelético, bem como no metabolismo da insulina”, explica Abzair.

Banho de sol

A principal fonte de produção da vitamina D se dá por meio da exposição à luz solar, que pode ser acessada em janelas, varandas e terraços. A especialista destaca que para ter uma vida mais saudável é recomendado tomar banho de sol diariamente, por cerca de 10 a 15 minutos, entre o período das 11h e 14 h.

“A dica é voltar a palma das mãos para o sol, pois na palma da mão e sola do pé temos células túnicas, onde a absorção de vitamina D é maior do que em outra parte do corpo. Essa atitude é o suficiente para repor a quantidade necessária de vitamina D por dia no organismo, auxiliando para o bom funcionamento do sistema imunológico inato, ou seja, para se manter protegido, produzindo anticorpos”, afirma Abzair.

Benefícios

A nutricionista destaca que a vitamina D está envolvida na regulação de vários processos celulares, entre eles a síntese de antibióticos naturais pelas células de defesa dos mamíferos; modulação da autoimunidade e síntese de interleucinas inflamatórias.

Além disso, a vitamina D não é mais apenas uma vitamina, ela é considerada um pró hormônio, o qual estimula a imunidade. Diversos estudos mostram melhora de doenças autoimunes, como doença inflamatória intestinal, asma brônquica e esclerose múltipla, na vigência de níveis adequados a elevados de vitamina D.

Frase - Dra. Abzair Leonel, nutricionista

A vitamina D não mais apenas uma simples vitamina,. Ela é considerada um pró-hormônio, o qual estimula a imunidade, pois participa do controle de funções essenciais à manutenção do equilíbrio sistêmico.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.