Segunda-feira, 17 de Maio de 2021
Ministro da saúde em Manaus

Wilson Lima faz duras críticas à última gestão municipal em relação ao combate à pandemia

Até o momento, 10% de todos os casos da doença no Estado precisaram de internação



7c063e35-b1c5-458e-b17f-23c7eb48adbe_8ED63AB6-75B5-4A30-BBB5-D58CB191FFFC.jpg Foto: Junio Matos
11/01/2021 às 10:55

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), em seu pronunciamento, afirmou que um dos fatores do aumento de casos em Manaus é devido a má gestão municipal anterior. “Nós tivemos um quadro muito agravado no Amazonas. Tive uma grande preocupação quando a população da capital amazonense voltou a sair de suas casas para obter lucro. Isso aconteceu muito por causa da ineficiência da gestão municipal. Pois a situação nos municípios do interior, após a reabertura, foi bastante positiva”, declarou o governador.

Além disso, Lima acrescentou que o número de internações do último mês até agora é resultante das aglomerações de fim de ano. E por conta disso, a demanda de oxigênio está cada vez maior, o que deixa o Estado em uma situação de emergência.



“A empresa chegou a nós para dizer que não tinha como fornecer a quantidade demandada. Desde quinta-feira feira que as aeronaves estão trabalhando para trazer os tanques de oxigênio dos outros Estados para o Amazonas. Os números tem aumentado significativamente. As internações do Estado tem crescido mais rapidamente que no primeiro pico. Hoje estamos pagando o preço das aglomerações de finais de ano. Hoje a população começa a perceber que a situação é grave”, comentou Lima.

“Estamos em uma guerra, que só iremos vencer se houver a união de todos. Que Deus nos abençoe”, finalizou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.