Publicidade
Cotidiano
Notícias

1ª Zona Eleitoral de Manaus lidera ranking de pendência do cadastro biométrico

Eleitores do Centro e dos bairros Parque Dez, Cachoeirinha, N. S. das Graças, Adrianopolis, São Geraldo e Aparecida são os que menos procuraram os pontos de recadastramento biométrico 19/12/2015 às 12:10
Show 1
Agendamento do atendimento da biometria tem que ser feito no site do TRE-AM
ARISTIDE FURTADO Manaus (AM)

Com 60% de pendência, a 1ª Zona Eleitoral é a ultima colocada no ranking de implantação do voto biométrico em Manaus. De um total de 136,4 mil eleitores, 53,9 mil já fizeram o recadastramento, mas 82,5 mil pessoas aptas a votar ainda precisam passar pela coleta de dados que está sendo realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) desde novembro do ano passado e  cujo encerramento ocorrerá no dia 26 de fevereiro do próximo ano.

Os dados foram fornecidos pelo setor de Tecnologia da Informação do TRE-AM. Matéria publicada por A CRÍTICA na segunda-feira mostrou que 230 mil títulos eleitorais podem ser cancelados ao final da revisão eleitoral. A reportagem também revelou que a procura pelo cadastramento dos dados biométricos apresentou uma queda de 35% nas últimas duas semanas, fenômeno atribuído pelo secretário de tecnologia da corte a possível volta do voto manual em 2016, situação que já foi revertida com a alocação de recursos para o TSE.

Estatística da biometria divulgada no site do TRE-AM, ontem, aponta que 58,5% do eleitorado de Manaus passaram pelo recadastramento, o que corresponde a 730,5 mil eleiores de um total de 1,2 milhão. A 1ª que concentra o maior número de pendências, abrange o Centro, e os bairros Praça 14 de Janeiro, Cachoeirinha, Nossa Senhora das Graças, Adrianopolis, São Geraldo e Aparecida. Na 31ª Zona Eleitoral, 57% dos  pessoas registradas para votar não fizeram a revisão biométrica, o que equivale a 53,6 mil eleitores. Essa zona é composta pelos bairros Mauazinho, Betânia, Morro da Liberdade, Colônia Antônio Aleixo,  Santa Luzia, São Lázaro, Educandos e Crespo.

Na mesma situação encontram-se 79,5 mil eleitores da 32ª Zona Eleitoral, onde o volume de títulos que necessitam de revisão chega a 56%. Essa zona atende aos bairros São Raimundo, Glória, Santo Antônio, São Jorge, Compensa e Vila da Prata. A 37ª Zona Eleitoral apresenta 53% de inadimplência. Dos 107,5 mil eleitores, ainda restam 56,5 mil sem a identificação digital. Esses eleitores votam em escolas públicas dos bairros de São Francisco, Petropolis e Japiim. A 40ª e a 68ª zonas eleitorais estão empatadas em termos proporcionais com 42% cada do eleitorado sem o recastramento biométrico. A 40ª Zona fica nos bairros Dom Pedro, Alvorada, Santo Antônio, Nova Esperança e Lírio do Vale. A 68ª, compreende os bairros Jorge Teixeira e Puraquequara.

Outras zonas

Ainda precisam fazer o recadastramento biométrico 40% dos eleitores da 59ª Zona Eleitoral; na 63ª Zona Eleitoral são 38%; na 58ª são 37%; na 2ª Zona Eleitoral são 33%; nas 62ª,  70ª e 65ª zonas,  a pendência atinge 21% do eleitorado.

Agendamento

O recadastramento biométrico pode ser feito em qualquer um dos dez pontos  montados pelo TRE-AM. O atendimento tem que ser agendado no site da corte (www..tre-am.jus.br) no ícone ‘Agende sua biometria’. O  agendamento se inicia  às quintas-feiras para o período de segunda a sexta-feira da semana seguinte. E permanece  aberto até o total preenchimento das vagas disponíveis.

A revisão do eleitorado em Manaus para implantação da biometria encerra no dia 26 de fevereiro. Quem não passar pelo procedimento terá o título de eleitor cancelado. Contudo, haverá uma janela do dia cancelamento, cerca de 15 dias depois do encerramento, até o dia 4 de maio quando o prazo para  cadastro de eleitores cessará em que o eleitor poderá pedir a reabilitação do documento.

Com o titulo cancelado além de ficar impedido de votar nas eleições municipais, o eleitor ou a eleitora ainda ficam impedidos, se funcionários públicos, de receber salário, de participar de concurso público, matricular-se em universidade pública, solicitar a emissão de passaporte, receber prêmios da loteria.

Publicidade
Publicidade