Publicidade
Cotidiano
Pesquisa e extensão

13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do Amazonas tem juventude como alvo

Com o tema 'Ciência Alimentando o Brasil', o evento tem o objetivo de aproximar o conhecimento da população, promovendo eventos que congregam instituições a fim de realizarem atividades de divulgação científica 15/10/2016 às 10:24 - Atualizado em 15/10/2016 às 10:26
Show dsahdkjshd
Evento acontecerá de 18 de outubro a 25 de novembro em várias instituições. (Arquivo/AC)
Silane Souza Manaus (AM)

A 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do Amazonas, que começa a partir da próxima terça-feira (18), pretende incorporar os jovens ao universo dos pesquisadores e da produção científica e tecnológica. As atividades do evento também devem estimular especialmente os estudantes a querer seguir uma carreira promissora nessas áreas consideradas importantes para o processo de desenvolvido de todo o mundo.

Para a técnica da Gerência do Ensino Médio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Luciana Brito, não há um momento mais propício para que o estudante conheça o campo científico e tecnológico do que durante a semana de ciência e tecnologia. “É nesse evento que todas as instituições de ensino, pesquisa e extensão abrem as portas para mostrar o que produzem”, afirmou. 

Ela destaca que não somente os estudantes, mas todo o público, em geral, tem a oportunidade de ter acesso à informação científica e tecnológica diferenciada com as instituições mostrando suas áreas de atuação e resultados. “Toda essa exposição acaba, sim, influenciando de alguma forma todos nós. Muitos estudantes, ao ver como o processo científico e tecnológico funciona, querem fazer parte daquilo também”.

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) será uma das instituições de ensino e pesquisa que abrirá suas portas aos visitantes durante a 13ª Semana de Ciência e Tecnologia da Escola Superior de Tecnologia (EST). O evento será realizado entre os dias 17 e 21 deste mês. A programação é gratuita e composta de visitas aos laboratórios, exposições, palestras, minicursos e oficinas. A EST fica na avenida Darcy Vargas, Parque Dez de Novembro, Zona Centro-Sul. 

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/ MCTIC) é outro que buscará aproximar principalmente jovens e crianças dos avanços e desafios da ciência. A concentração das ações será de 17 a 23 de outubro, mas até novembro as atividades serão promovidas. São exposições, oficinas, seminários, cursos, palestras presenciais e mediadas, Feira de Ciências, corrida pedestre e caminhada na Reserva Ducke e até exposição em um shopping da cidade (Amazonas Shopping).

A 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do Amazonas, que tem como tema nacional “Ciência Alimentando o Brasil”, este ano será diferente. A Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplan-CTI) optou por descentralizar o evento, distribuindo suas atividades por todas as regiões da cidade.

‘Inovação’ em ciclo de palestras

Dentro da programação da 13ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do Amazonas, acontece no dia 18 de novembro, mais uma edição do “Amazonas Inovador”.  O evento oferecerá gratuitamente um ciclo de palestras com foco no empreendedorismo e inovação e tem como público-alvo estudantes do Ensino Médio e técnico. O evento será das 13h às 19h, na unidade do Senai, no Distrito Industrial, avenida General Rodrigo Otávio, bairro Distrito Industrial, Zona Sul. 

De acordo com a Gerência de Apoio à Popularização da Ciência da Seplan-CTI, o “Amazonas Inovador” deve proporcionar o acesso dos participantes à cultura do empreendedorismo e inovação, por meio de palestras com especialistas e, cujo foco principal é difundir e promover a cultura do empreendedorismo, ciência, tecnologia e inovação.

Publicidade
Publicidade