Publicidade
Cotidiano
Notícias

90 mil pessoas devem pegar as estradas durante feriado da Proclamação da República

Atenção redobrada nas estradas: ao menos 35 mil carros devem sair da cidade a partir desta quinta-feira (14) pelas rodovias estaduais e federais, além dos acessos pela Ponte Rio Negro  14/11/2013 às 17:23
Show 1
Movimentação intensa nas saídas de Manaus
Jaíze Alencar Manaus (AM)

O feriado prolongado da Proclamação da República deverá impulsionar aproximadamente 90 mil pessoas a saírem de Manaus pelo Aeroporto Internacional de Manaus Eduardo Gomes, Am-010 (estrada que liga Manaus ao município de Itacoatiara), BR-174 (Manaus-Boa Vista) e Ponte Rio Negro/AM-070 (ManausIranduba-Manacapuru-Novo Airão), além dos portos da capital.

A Infraero estima uma movimentação de 59,1 mil passageiros no aeroporto no período do feriado. De acordo com a assessoria de comunicação do órgão, a expectativa é que entre esta quinta-feira (14) e a próxima segunda-feira (18), haja um crescimento de 5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Segundo a tenente do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), Ana Geise, a média de veículos que devem sair da cidade a partir desta quinta-feira pelas estradas estaduais e federais é de 35 mil carros.

A tenente informou, ainda, que haverá uma intensificação nas fiscalizações nesses pontos e pede aos motoristas que fiquem atentos na estrada e que não deixem de fazer uma inspeção no veículo antes de sair.

Porto

No Porto da Ceasa, Zona Sul, a estimativa é de que 900 carros atravessem o rio nas balsas entre sexta-feira (15) e sábado (16).

De acordo com o assessor de comunicação do Porto da Ceasa, Marinaldo Guedes, cinco balsas realizam as travessias e uma sexta ficará em alerta para ser utilizada dependendo da movimentação. Elas sairão do porto a cada hora, iniciando o turno as quatro horas da madrugada.

Transporte rodoviários

A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), por sua vez, intensificará de forma mais rigorosa a fiscalização do serviço de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros que saírem da capital em direção aos municípios da Região Metropolitana.

Segundo o presidente da Arsam, Fabio Alho, os ônibus das empresas autorizadas, táxis fretados, vans e microônibus serão abordados por mais de 50 agentes nos pontos fixos de fiscalização ou em operações volantes que serão realizadas nas rodovias de maior fluxo.

Fábio Alho acrescenta que no Terminal Rodoviário Huascar Angelim, serão fiscalizadas mais de 300 saídas de veículos, visando o cumprimento de horários, de gratuidade e lotação adequada, além da disponibilidade de veículos extras exigida pela Arsam.




Publicidade
Publicidade