Publicidade
Cotidiano
Notícias

A partir desta segunda-feira, os classificados de A CRÍTICA terão o opção de inserir fotografias

O anunciante que quiser solicitar os serviços tem duas opções. A primeira são as dez lojas espalhadas pela cidade; e a segunda é o Classifone 3643-1000 14/06/2015 às 19:08
Show 1
Equipe dos Classificados de A CRÍTICA passou por intenso treinamento para atender clientes com o novo formato
Saadya Jezine Manaus (AM)

A partir de desta segunda-feira (15), o caderno de classificados A CRÍTICA chegará aos seus clientes com formato inovador nas seis sessões que o compõe. A proposta é chegar com “mais vida, mais cor e com preços bem acessíveis para os clientes que queiram anunciar no jornal”, comenta o gerente comercial da empresa, Marcelo Azevedo Matchula.

A primeira parte desse novo formato será nas três primeiras sessões dos Classificados: imóveis compra e venda; imóveis aluguel, e veículos. Dentro desse novo perfil, o anunciante terá a possibilidade de ‘personalizar’ o seu espaço, com a inserção da sua marca, imagem do produto, e/ou texto. Essa inovação também dá a oportunidade para que o anunciante também opte pelo destaque do anúncio na página. O design atual de cores também faz parte das demais sessões.

“Tem gente que tem muita cultura de anunciar nos classificados. Existem pessoas que realmente mobilizam empresas, fazem negócios, tudo dentro desse espaço”, enfatiza o gerente.

A oferta do novo serviço exigiu investimentos, destaca Erich Cerqueira, da gerência de classificados do Jornal A CRÍTICA. “Tivemos treinamento com os funcionários de todas as nossas lojas. Além disso, o sistema foi atualizado e agora, cada estabelecimento conta com aparelho celular com WhatsApp, a fim de facilitar o contato para o anunciante”, afirma o gerente.

A partir desta segunda-feira, os atendentes já estarão preparados para receberem as solicitações dos clientes dentro dos novos formatos”, destaca Marcelo Azevedo.

O processo para anunciar com imagens é simples. “Você pode levar no seu celular ou no pendrive a marca e a imagem que quiser inserir no anúncio. O sistema já está preparado para receber essa operação”, complementa.

O anunciante que quiser solicitar os serviços tem duas opções. A primeira são as dez lojas espalhadas pela cidade; e a segunda é o Classifone A CRÍTICA, 3643-1000 que além de funcionar como central, ajudando a identificar a loja mais próxima do anunciante, pode disponibilizar também a contratação imediata do serviço no próprio canal de atendimento.

VisibilidadeA fim de atender as expectativas do mercado, o perfil mais inovador é resultado da preocupação e da necessidade de melhoria para os clientes que anunciam em A CRÍTICA. “Esse novo formato é mais completo. Através de uma foto, por exemplo, você já consegue identificar se a qualidade do produto é superior ou inferior ao outro”, destaca Erich Cerqueira.

“O nosso objetivo é oferecer o melhor serviço para os nossos clientes. Se ele está anunciando nos classificados é para vender. Então, com esses novos formatos, nós conseguimos dar mais visibilidade para o comprador e consequentemente, o anunciante vai ter mais opção de vendas”, destaca Marcelo Azevedo.


Os classificados em jornal nasceram junto com a Era Moderna, na Revolução Industrial. Na Inglaterra, cada classificado ou anúncio era colocado em cartazes usando o suporte gráfico para publicar os produtos que as fábricas produziam. Esses anúncios não eram grátis e muitas vezes mostravam imagens de produtos e textos explicativos.

Com o desenvolvimento da imprensa, grandes jornais passaram a oferecer anúncios grátis como forma de atrair leitores. Sucesso absoluto, os cadernos de classificados se tornaram importante canal para compra e venda de bens, produtos e serviços. A recente explosão da internet vem promovendo uma nova revolução nos classificados. 

Publicidade
Publicidade