Publicidade
Cotidiano
Julgamento

"A tirania sempre encontra um pretexto", diz Vanessa, sobre impeachment

Vanessa lembrou que perícia realizada pelo Senado não identificou a autoria de Dilma nos atos usados como base para o pedido de impeachment 30/08/2016 às 17:23
Show vanessa moreira mariz senado
Senadora pelo Amazonas se manifestou em plenário na tarde desta terça-feira / Foto: Moreira Mariz / Ag. Senado
acritica.com* Brasília (DF)

Ao discursar no Plenário nesta terça-feira (30), a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) reafirmou seu entendimento de que o julgamento da presidente Dilma Rousseff por crime de responsabilidade é um “erro crasso”, que cobrará um preço alto e amargo. A senadora criticou o processo de impeachment e lamentou que muitos venham usando o “conjunto da obra” como desculpa para o afastamento da presidente Dilma.

"Vivemos um momento triste para a democracia e para o povo. A tirania sempre encontra um pretexto", refletiu a senadora.

Vanessa lembrou que perícia realizada pelo Senado não identificou a autoria de Dilma nos atos usados como base para o pedido de impeachment e que o Ministério Público inocentou a presidente em processo semelhante. Ela afirmou que muitos querem a saída de Dilma para poder interromper as investigações da operação Lava Jato.  Para a senadora, o Senado não pode chancelar a condenação de uma mulher honesta, que não cometeu crime de responsabilidade.

"Deixemos a hipocrisia de lado. Ninguém neste Senado acredita que a presidente Dilma está sendo julgada pelos atos da peça de acusação. O que se está em discussão aqui é até que ponto estamos dispostos ao uso político do TCU e a um juízo de exceção", declarou Vanessa.

*Com informações da Agência Senado

Publicidade
Publicidade