Publicidade
Cotidiano
Efeitos da crise

ABRH-AM apresenta palestra sobre o Programa de Proteção ao Emprego

Tema será abordado no 97º Gente em Foco por profissional da Yamaha e irá esclarecer o funcionamento do PPE 02/04/2016 às 15:56 - Atualizado em 03/04/2016 às 15:59
Show img0017377917
Distrito Industrial de Manaus (Euzivaldo Queiroz)
acritica.com* Manaus (AM)

A Associação Brasileira de Recursos Humanos - Amazonas (ABRH-AM) promove debate sobre o Programa de Proteção ao Emprego – PPE. Para explicar o PPE, a ABRH-AM convidou para o 97º Gente em Foco o gerente de Recursos Humanos da Yamaha Motor da Amazônia, João Bosco Junior. A Yamaha é primeira empresa do PIM a expor sobre a sua experiência a respeito da implantação do Programa.

Em virtude da desaceleração da economia e diminuição dos postos de trabalho, o Governo Federal implantou o Programa com o objetivo de preservar empregos, mediante a redução de carga horária e percentual do salário do trabalhador.

Bosco irá explicar como funciona na prática a Lei 13.189 de 19 de novembro de 2015, que instituiu o PPE. “Na palestra falaremos a respeito da parte legal, eventuais alternativas e possibilidades, planejamento e a comunicação interna para um tema tão delicado a empresas e empregados, como redução de jornada e salário”, afirma o gerente.

Para a ABRH-AM, o atual cenário econômico nos impulsiona a discutir alternativas e iniciativas que nos levem a diminuição dos índices alarmantes de desemprego! Uma dessas alternativas é o Programa de Proteção ao Emprego -PPE que possibilita a preservação dos empregos em momentos de retração da atividade econômica e é um mecanismo legal que pode ser utilizado para ajudar as empresas neste momento tão adverso.

“A Associação entende que é de fundamental importância se atentar ao fato de que: Esta crise vai passar! Quando isso acontecer, não podemos permitir que o principal diferencial competitivo das empresas - as pessoas - tenham sido desligadas, inviabilizando assim, uma retomada da capacidade produtiva”, comenta Kátia Andrade, presidente da ABRH-AM.

Desemprego aumenta e Amazonas registra queda de postos de trabalho

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego no Brasil atingiu a marca de 8,2% em fevereiro deste ano, a maior desde fevereiro de 2009. Na comparação anual, temos um crescimento de 39% da população desocupada. O Amazonas ocupa o 13º lugar no ranking dos estados com maior perda de postos de trabalho e isso significa uma retração de 9% no estoque de empregos no estado.

INFORMAÇÕES

Data: 05 de Abril (terça-feira)

Horário: 8h

Local – Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Contato de Imprensa - Laila Pereira - 99146-0405

Valor – Gratuito para associados da ABRH e R$ 30,00 para público em geral.

*Com informações da assessoria

Publicidade
Publicidade