Domingo, 16 de Junho de 2019
Notícias

Acampamento de quadrilha suspeita de assalto em Lábrea é encontrado

De acordo com a polícia, no abrigo foram encontrados utensílios domésticos, colchões, água e comida



1.jpg Quadrilha teria fugido do abrigo há menos de 24h, informou o CPE
25/11/2013 às 16:06

Policiais militares do Comando de Policiamento Especial (CPE), Ronda Ostensivas Cândido Mariano (ROCAM) e Força Tática encontraram na noite deste domingo (24) o acampamento utilizado pela quadrilha suspeita de ter assaltado no dia 4 de novembro uma agência bancária no município de Lábrea (localizado a 675 quilômetros de Manaus), de onde levaram a quantia de R$ 1 milhão.

De acordo com o tenente coronel do CPE, Fabiano Bó, os indivíduos teriam fugido há menos de 24 horas quando os policiais acharam o abrigo. “No local encontramos vários utensílios, água mineral, colchão e comida semi-pronta. Acreditamos que eles possam estar muito perto, por conta disso não podemos repassar muitas informações agora para não atrapalhar as investigações”, explicou.


Suspeitos

Na última sexta-feira (22), cinco suspeitos de integrarem a quadrilha tiveram suas identidades divulgadas à imprensa, onde um deles, Israel Lopes de Souza, 32, suposto motorista do bando, foi preso pela polícia.

De acordo com a Polícia Militar, José Hamilton da Silva, Charles Dione Oliveira Alves, Adilson Siderval de Souza e Mário Luiz Teixeira de Oliveira ainda estão foragidos e têm origem dos estados do Ceará, Rondônia e Minas Gerais. A quadrilha seria especializada em assalto a bancos.

Roubos

Usando máscaras e munidos de fuzis, seis homens com uniformes do Exército roubaram aproximadamente R$ 1 milhão de uma agência do Banco do Brasil no município de Lábrea, por volta das 11h do último dia 4 de novembro. Na ocasião, sete pessoas foram feitas reféns, entre elas seis funcionários do banco e um cliente.

Pelo armamento pesado, o traje usado para impedir a identificação e o modus operandi da quadrilha, a polícia acredita que os assaltantes tenham envolvimento na explosão de um carro-forte da empresa Prosseguir no dia 28 de outubro. Na ocasião, os bandidos portavam fuzis de calibre 765 e tentaram roubar - sem sucesso - a quantia de R$ 800 mil no quilômetro 110 da BR 319, na região do município de Canutama.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.