Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
No PS Delphina Aziz

Ação em hospital incentiva e apoia as mulheres no enfrentamento da violência

Elas ganham uma caixa com algumas perguntas na parte externa como: você já parou para pensar quem é a pessoa mais importante? A resposta dos questionamentos está dentro do objeto. Ao abrí-lo, a mulher tem a própria imagem reproduzida onde, no interior, há um material refletivo, semelhante a um espelho



delphinaaziz2.JPG
O material foi produzido pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (Imed), uma organização social sem fins lucrativos que administra o Pronto-Socorro Delphina Aziz deste a inauguração em 2014 / Foto: Cleidimar Pedroso/Divulgação
02/01/2017 às 23:53

No Pronto-Socorro (PS) do Hospital Delphina Rinaldi Abdel Aziz, como parte das ações para o atendimento humanizado, mulheres vítimas de agressão recebem apoio emocional da equipe de assistência social da unidade.  Elas ganham uma caixa com algumas perguntas na parte externa como: "Você já parou para pensar quem é a pessoa mais importante?" A resposta dos questionamentos está dentro do objeto. Ao abrí-lo, a mulher tem a própria imagem reproduzida onde, no interior, há um material refletivo, semelhante a um espelho

O material foi produzido pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (Imed), uma organização social sem fins lucrativos que administra o Pronto-Socorro Delphina Aziz deste a inauguração em 2014. A unidade é vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam).

A ação que parece simples, ressalta o quanto a mulher é importante e deve se empoderar para enfrentar a situação de agressão. As unidades de saúde, em especial as de atendimento de urgência e emergência, são os primeiros locais onde a mulher busca auxílio após ser vítima de violência.

A mensagem contida na caixa é um incentivo para que busquem os órgãos que compõem a rede de proteção à mulher, como as delegacias especializadas, as varas nos tribunais de Justiça, e a Defensoria Pública, entre outros. No Delphina Aziz, as vítimas de agressão são estimuladas pelas assistentes sociais a exigirem esse atendimento tão logo estejam com a saúde reestabelecida, de alta médica.

“As mulheres que sofrem qualquer tipo de agressão, seja ela física, emocional ou sexual, encontram-se fragilizadas e necessitam de amparo legal; mas, também, emocional. O Pronto-Socorro Delphina Aziz faz o atendimento a essas mulheres com a preocupação de orientá-las e ampará-las. Nós informamos os direitos que têm e como devem proceder após o atendimento emergencial. No momento da orientação às pacientes, mostramos o quanto são importantes para as pessoas que as amam. Ao entregarmos a caixa, esperamos que façam uma reflexão sobre o momento a qual estão passando”, disse Gabrielle Reis, coordenadora de assistência social do Delphina Aziz.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.