Publicidade
Cotidiano
Notícias

Acura NSX: modelo de luxo da Honda promete ser a sensação do salão de Detroit, nos EUA

Versão de carro superesportivo surge mais potente do que nunca para os amantes da velocidade 27/12/2014 às 12:49
Show 1
Modelo surge em versão híbrida, com quatro motores elétricos que, atuando em conjunto, são capazes de gerar até 400 cv
Redação ---

O superesportivo híbrido NSX será um dos grandes destaques do North American International Auto Show (Naias), em Detroit (Michigan, Estados Unidos). O modelo terá sua estreia mundial no dia 12 de janeiro de 2015, durante a coletiva de imprensa da Acura, marca de luxo da Honda, e sua produção terá início no mesmo ano em Marysville (Ohio).

Para celebrar a avant première do NSX, foi criado um teaser de 30 segundos que antecipa alguns detalhes do carro de linha, além do som do motor biturbo – o vídeo está disponível no canal youtube.com/Acura.

O modelo terá um V6 a combustão associado a três motores elétricos que devem produzir, em conjunto, cerca de 400 cv. “A próxima geração do NSX oferecerá uma experiência inédita no segmento, fiel à sua tradição e ao conceito de superesportivo que deu origem ao nome NSX”, afirma Mike Accavitti, vice-presidente sênior da Acura.

O conceito do modelo foi apresentado em 2012 no Naias, quando a Honda Motor Co. anunciou o desenvolvimento da nova geração do NSX. “Depois de três anos de intenso trabalho, estamos animados para revelar a próxima geração do superesportivo NSX para o mundo”, comenta Ted Klaus, engenheiro-chefe e líder global de projeto do veículo.

No estande da Honda, o destaque será seu novo veículo movido a célula de combustível, o FCV Concept.

Outros destaques

O modelo de luxo da Honda vai chamar a atenção, mas terá que enfrentar concorrentes de peso, como o Cadillac CTS-V, versão esportiva do sedã da divisão de luxo da GM. O modelo trará o mesmo motor V8 6.2 sobrealimentado do Corvette Z06, mas com ajustes para gerar “apenas” 640 cv e 87 mkgf, ou seja 10 cv e 2,6 mkgf a menos que no Chevrolet. Com câmbio automático de oito marchas e tração traseira, o CTS-V pode acelerar de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos e chegar a 322 km/h. Há ainda suspensão eletrônica ativa, controle de tração e quatro opções de modo de condução.

Da alemã Audi o destaque será a segunda geração do Q7. Além das atualizações, o utilitário-esportivo ficou 363 quilos mais leve que o anterior.

No visual as principais mudanças foram feitas nos faróis, lanternas e grade. A cabine também foi renovada e há sete opções de cor, além de novas manopla de câmbio e padrões de revestimento de tecido ou couro e alumínio ou madeira.

Os motores a diesel e gasolina foram mantidos. A configuração mais "forte" é a 3.0 V6 turbo com injeção direta de gasolina, que entrega 333 cv e 60,8 mkgf. O câmbio é automático de oito velocidades.


Publicidade
Publicidade