Terça-feira, 21 de Maio de 2019
Notícias

Adolescente é resgatada e encaminhada para o Serviço de Acolhimento em Manaus

Menina alega sofrer maus tratos pela mãe e que por esse motivo fugiu de casa. A mãe desmente a história



1.jpg
Açougue onde a adolescente estava
08/01/2016 às 12:57

Uma adolescente de 13 anos foi resgatada, na manhã desta sexta-feira (8), por uma equipe da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), em um açougue localizado na Av Constatino Nery, Centro.

O dono do açougue José Moura, ao abrir o estabelecimento por volta das 6h viu que a menina estava sentada em frente ao açougue sozinha. Moura tentou por várias vezes contato com o Conselho Tutelar sem sucesso. Foi quando ligou para a redação de A CRÍTICA e uma equipe foi até o local para apurar a história.

De acordo com o açougueiro a adolescente contou que havia sido expulsa de casa e que a mãe estava ameaçando ela de morte. “Coloquei ela pra dentro ofereci café mas ela não queria, mas depois acabou aceitando. Tentei ligar pro Conselho Tutelar, não consegui, chamava e ninguém atendia”, contou. Após tomar café a adolescente passou mal e desmaiou, o açougueiro ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que foi ao local e prestou atendimento.

Segundo a menor sua mãe teria ciúmes da menina com o padastro, e por esse motivo ela estava sofrendo agressões e até estaria sendo ameaçada de morte. No entanto Miraselma Santos, 35, disse que na verdade a adolescente está acostumada a fugir de casa para ir para as festas com amigos.

“Ela gosta de estar pela noite, ela bebe e já chegou até a usar drogas. Ela foge de casa porque não quer seguir as regras de casa, eu não sei mais o que fazer com ela”, lamentou a mãe.

De acordo com Priscila Oliveira, professora e vizinha da famíla, a adolescente aparece e some várias vezes. A vizinha já presenciou várias discussões entre mãe e filha. “A menina não obedece, ela quer viver solta, não quer viver presa. Eu mesma já tentei oferecer ajuda para que ela saia dessa vida, mas ela não quer. Ela não obedece ninguém!”, afirmou a vizinha.

O Portal A Crítica entrou em contato com o Contato com o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, que encaminhou uma equipe da Semmasdh para fazer o resgate da menor. A menina foi levada para o Serviço de Acolhimento de Criança de Adolescente (Saica), no bairro Compensa.

Segundo a assistente Social Iracilda Nascimento, a adolescente já havia sido acolhida pelo Saica mês passado. Na época ela recebeu os cuidados necessários e foi reinserida à família. No entanto ela voltou a ter conflitos com a mãe e por esse motivo teria fugido de casa.

O caso da adolescente será acompanhado pela equipe de Referencia do Saica, que vai oferecer todos os cuidados necessários.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.