Quinta-feira, 02 de Abril de 2020
AGRONEGÓCIO

ADS movimenta mais de R$ 4,5 milhões em recursos durante 2019

Agência de Desenvolvimento Sustentável intermediou a venda de 2.171 toneladas de produtos regionais e 111.800 maços de hortaliças cultivados por produtores locais, beneficiando agricultores de 19 municípios do Amazonas



WhatsApp_Image_2020-01-22_at_16.40.17_EDF5C8D1-97F5-4143-93E5-BD37AC871980.jpeg Foto: Divulgação
22/01/2020 às 16:52

Por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), o Governo do Amazonas intermediou a venda de 2.171 toneladas de produtos regionais e 111.800 maços de hortaliças cultivados por produtores locais, em 2019. A ação movimentou R$ 4.510.589,80 em recursos, beneficiando agricultores de 19 municípios do Amazonas.
 
O presidente da Agência, Flávio Antony Filho, ressalta a importância do programa na inserção de alimentos frescos e regionais em grandes centros de compras da capital, e adianta que para o ano de 2020 o programa será ampliado.
 
“Por meio do balcão, os agricultores conseguem escoar e comercializar o excedente de produção para os supermercados e restaurantes de Manaus. É uma intermediação que a ADS executa aproximando os produtores rurais dos grandes mercados. Esse é um dos programas que será ampliado neste ano”, explica.
 
Entre os produtos mais comercializados está o açaí. Ao todo, em 2019, foram 816 mil quilos da fruta fornecidos para as agroindústrias Manaós Polpas, Açaí Curumim e Unifrut, totalizando R$ 1.651.700 em recursos movimentados. A ação beneficiou produtores rurais dos municípios de Coari, Manicoré e Novo Remanso em Itacoatiara.
 
Um dos fornecedores é o produtor Anderson Mateus, do município de Careiro da Várzea. Em 2019, ele conseguiu realizar o escoamento de 6 toneladas de cará roxo semanalmente (no período de safra) para o supermercado Nova Era. “O balcão tem nos motivado. Onde moro, a comunidade é muito pequena, e não teríamos conseguido escoar toda a nossa produção de cará roxo se não fosse por meio deste programa”, disse Anderson.
 
O gerente do programa, Mário Moura, explica que o balcão da ADS dá oportunidade de escoamento pagando um bom preço e facilitando a venda de alimentos regionais cultivados por produtores rurais do Amazonas. “O processo executado por meio do balcão beneficia desde o agricultor até os consumidores, com preços acessíveis e produtos de qualidade”, comenta.
 
Produtos

Além do açaí, o programa intermediou a venda de macaxeira, jerimum, abobrinha, cará roxo, batata doce, banana pacovã, melancia, milho verde, pimenta murupi, repolho, abacaxi, limão, pepino, mamão, tambaqui curumim, castanha a vácuo, couve, banana, polpa de cupuaçu, cupuaçu in natura, coco verde, melão, acerola, mangarataia, queijo coalho, manteiga, alface, limão, taperebá, goiaba, jiló, abóbora regional e pirarucu fresco.
 
Municípios



Em 2019, participaram do programa produtores rurais dos municípios de Amaturá, Anamã, Autazes, Careiro da Várzea, Coari, Careiro Castanho, Iranduba, Manicoré, Manacapuru, Manaus, Manaquiri, Novo Remanso em Itacoatiara, Parintins, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, São Sebastião do Uatumã e Santo Antônio do Içá.
 
Parceiros

Os estabelecimentos comerciais que mais adquiriram alimentos por meio do programa, em 2019, foram: Atacadão, feira da Manaus Moderna, agroindústrias Manaós Polpas, Açaí Curumim, Unifrut, NGB Pescado, restaurante Roraima, supermercado Rodrigues, cozinha RC Lira, PST-Logística,  JB Serpa Frigorifico, supermercado DB, restaurante La Parrilla Grill, restaurante Rei do Churrasco, Feira do Produtor e Abrasel.
 
“Estamos com essa parceria há três anos. Acreditamos que uma das maiores vantagens que o programa proporciona, tanto para os produtores quanto para o Nova Era, é a valorização do cultivo regional. Por meio da intermediação do programa, disponibilizamos aos produtores logística, e aos clientes, preços iguais ao de uma feira”, ressalta Itaúna Carvalho, representante do supermercado Nova Era.
 
Cadastro

Produtores rurais (individual, associação ou cooperativa) e extrativistas interessados em participar do Programa Balcão de Agronegócios da ADS precisam realizar cadastro na sede da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (avenida Carlos Drummond de Andrade, 1.460, Bloco “G”, 1º andar, Ulbra, conj. Atílio Andreazza, bairro Japiim, zona-sul de Manaus), com a carteira de produtor rural.
 
“Todo produtor rural que tenha sua carteira de produtor rural, com origem de onde ele trabalha e com a especificação de qual produto ele cultiva, pode se cadastrar junto ao nosso departamento e participar do Balcão”, concluiu Mário Moura.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.