Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021
Bolsonaro em Manaus

Agenda de Bolsonaro em Manaus é recheada de eventos não-oficiais e sem grandes aparições públicas

Nesta terça-feira (26), o presidente jantou na casa do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello



Sem_titulo_FEF831B1-E5B6-4239-AFAD-C0D794E9F166.jpg Foto: Divulgação Secom-AM
27/10/2021 às 10:17

O segundo dia da visita do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a capital amazonense, a quarta somente neste ano, nesta quarta-feira (27), deve contar com várias atividades fora da agenda oficial divulgada pelo Palácio no Planalto. Bolsonaro chegou a Manaus sem conversar com a imprensa e sem grandes aparições públicas, se limitando a eventos privados, um dia após ele ser indiciado no relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia.

Nesta terça-feira (26), o presidente jantou na casa do também indiciado, ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no bairro Adrianópolis, zona Sul. Compareceram ao local, políticos amazonenses como o ex-candidato à prefeitura, Coronel Alfredo Menezes (Patriota) e o prefeito de Manaus, David Almeida, (Avante). Em seguida, Bolsonaro marcou presença na formatura de 404 policiais militares, na companhia do governador Wilson Lima (PSC).

Pela manhã, o presidente começou o dia concedendo uma entrevista à Rádio Jovem Pan, onde novamente voltou a defender a taxação única do ICMS sobre os combustíveis. A afirmação ocorre um dia após o décimo aumento dos combustíveis somente neste ano e nas bombas de combustíveis em Manaus, postos já remarcarem o preço da gasolina a R$ 6,79.

A instituição religiosa, liderado pelo pastor Jhonatas Câmara, irmão do deputado federal Silas Câmara, é a organizadora do evento ao qual Bolsonaro deve comparecer às 11 horas: a Convenção das Assembleias de Deus no Brasil (CADB), que ocorrerá no Centro de Convenções Vasco Vaquez, na zona Centro-Sul e tem previsão de encerramento às 11h30.

Após o encerramento da convenção, o chefe do executivo federal deverá ir ao uma peixaria para o almoço com várias autoridades ‘assembleianas’ e parceiros políticos. Em boa parte do período da tarde, a programação do presidente não foi divulgada. Serão quase quatro horas de intervalo onde ele deverá se reunir com representantes de partidos para debater apoio para eleições 2022, como o ex-senador Alfredo Nascimento (PL).

No fim da tarde, por volta das 18h30, Bolsonaro dará uma entrevista a uma emissora de rádio e televisão administrada pela Igreja Assembleia de Deus e, em seguida, às 19h, participa de um culto da mesma instituição religiosa. Todas as programações são privadas e não devem liberar a entrada do público em geral. O presidente deve embarcar por volta das 21 horas.



News giovanna 9abef9e4 902c 428b a7c8 c97314664fb7
Repórter
Repórter de A CRÍTICA. Sempre em busca de novos aprendizados que somente uma boa história pode trazer.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.