Terça-feira, 22 de Outubro de 2019
SETOR PRIMÁRIO

Agricultores do Amazonas celebram Dia do Produtor Rural com evento em Manaus

Nesta quarta-feira (25), produtores e autoridades lembraram importância do setor e desafios para o crescimento



WhatsApp_Image_2018-07-25_at_17.23.42.jpeg Foto: Divulgação
25/07/2018 às 20:01

Dezenas de produtores rurais e autoridades do setor primário do Estado participaram nesta quarta-feira (25) do Dia do Produtor Rural, na avenida Torquato Tapajós, no estabelecimento de agronegócio Risadinha. A iniciativa aconteceu pela quarta vez. Em 2012, 2013 e 2014 foram realizadas semanas do produtor. Em decorrência da recessão econômica, somente agora, quatro anos depois, foi retomado o evento, mas em formato diferente.

Segundo o agricultor Edson da Silveira de Souza, este tipo de evento é fundamental para valorizar os agricultores, especialmente, os que produzem no entorno de Manaus e que abastecem às mesas das famílias da capital. "Nós passamos o ano todo na roça e, agora, quando nos reunimos para festejar, também temos a oportunidade de conversar com as autoridades sobre nossos problemas", comentou. 



Seu sitio está localizado no quilômetro 15 da Rodovia Manoel Urbano (AM-070) em Iranduba e produz pimentões vermelho e amarelo, abobrinha italiana, pepino japonês, cheiro verde, melancia, mamão e milho verde. São 26 hectares, dos quais 8 hectares de plena produção agrícola.

As produtoras rurais Ana Sena e Raquel Sena (irmãs) que produzem pimenta de cheiro, pimenta murupi, limão, mamão, cheiro verde, pepino de salada, feijão de corda e pimentão também participaram do evento. Elas se destacam por produzirem em escala para o mercado de Manaus. O sítio delas, Lua do Lago, está localizado no quilômetro 32, da Rodovia Manoel Urbano (Manaus-Manacapuru). Lá, há dez anos, elas adotaram tecnologias avançadas de produção.

O empresário Augusto Salla, anfitrião do evento, disse que os produtores rurais estão se fortalecendo com as novas tecnologias à disposição no mercado, mas "que é necessário haver mais apoio do governo para que eles possam aumentar ainda mais a escala de suas lavouras. As estradas vicinais precisam melhorar, os financiamentos têm que ser com juros menores, e a assistência técnica precisa ter mais profissionais à disposição", salientou.

Mesmo com todas as adversidades, Augusto Salla (Risadinha) investiu mais de R$ 20 mil para realizar o Dia do Produtor Rural. Na ocasião, foram sorteados para os agricultores presentes itens como TVs, geladeiras, celulares, micro-ondas, fogão, roçadeiras, entre outros utensílios agrícolas.

Autoridades

Na avaliação do presidente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), Luiz Herval, o “Dia do Produtor Rural é uma excelente oportunidade para estar ainda mais próximo dos agricultores e pecuaristas, que são atendidos pelo instituto. Estamos aqui para ouvi-los e confraternizarmos".

O presidente da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), Sérgio Muniz, disse "que os produtores rurais são os responsáveis pela qualidade dos alimentos e que eles representam a força do setor primário, que começa a melhorar, consideravelmente, com as novas tecnologias do agronegócio à disposição no mercado".

Fernando Vieira, secretário Adjunto de Políticas Agropecuárias e Florestais do Amazonas (Seapaf), enfatizou “que o Dia do Produtor Rural é uma data importante para refletir sobre a responsabilidade que eles têm de alimentar a sociedade com alimentos saudáveis e produzidos no Amazonas”.

Avicultura

A veterinária Marlene Salla, especialista na área de avicultura, destacou que "a presença dos produtores rurais em grande número no evento, é uma prova que a recessão está diminuindo e que há muito espaço para crescer no mercado amazonense".

O presidente da Associação Amazonense de Avicultura (AAMA), Kuniya Takano, disse "que o Amazonas é autossuficiente na produção de ovos, são 2,5 milhões de aves que produzem aproximadamente dois milhões de ovos dia". A tendência é de que outros setores do agronegócio também evoluam para a autossuficiência. "Mas, para isso, precisamos de farelo de soja e de milho em grande escala, mas o Estado não produz o suficiente, por isso o governo precisa agir nesta área", comentou.

Homenagem

O casal de agricultores Riccieri Salla, 89, e Amábile Salla, 88, foram homenageados como os mais antigos do setor presentes no evento. "A gente se sente valorizado quando vê tantos agricultores festejando pela produção de alimentos. Isso dá muita alegria para quem já passou de tudo na lavoura", disse seu Riccieri. Mesmo utilizando muletas, dona Amábile fez questão de estar presente no Dia do Produtor. "A gente faz de tudo para valorizar quem trabalha no campo".


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.