Domingo, 24 de Outubro de 2021
Homenagem

ALEAM aprova entrega de título de Cidadão do Amazonas ao humorista Whindersson Nunes

Concessão da comenda ao comediante é pelo esforço do artista para transportar cilindros de oxigênio ao Estado durante a segunda onda da Covid-19



Whindersson-Nunes-1_CADEF3DB-A312-4050-9252-A518886E0845.jpg Foto: Reprodução
25/08/2021 às 13:31

A Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) aprovou na manhã desta quarta-feira (25) o título de cidadão do Amazonas ao comediante Whindersson Nunes. O projeto de autoria do deputado estadual Cabo Maciel (PL) tramita na ALE-AM desde maio. Agora, os deputados ainda irão marcar uma sessão especial para conceder de fato o título para o humorista.

O autor justifica a concessão da comenda ao comediante citando os esforços do artista para transportar cilindros de oxigênio ao estado durante a segunda onda da Covid-19, que impactou fortemente o sistema de saúde, provocando a morte de pacientes graves da doença pela falta do insumo nos hospitais da capital e interior. 

Durante a votação, Cabo Maciel se ausentou, mas a proposta de lei foi subscrita pelos deputados estaduais Adjuto Afonso (PDT), Roberto Cidade (PV), João Luiz (Republicanos), Tony Medeiros (PSD) e Belarmino Lins (PP). 

Maciel também apresentou PL para tornar cidadãos amazonenses o cantor Gusttavo Lima e o humorista Tirullipa. Para os três casos, o motivo do projeto é o mesmo: o esforço que eles fizeram para trazer oxigênio para o Amazonas no auge da crise do insumo.  

O deputado estadual Fausto Júnior (MDB) lembrou que não só Whindersson, mas outros artistas como Gusttavo Lima e o comediante Paulo Gustavo que faleceu por complicações relacionadas à covid-19 fizeram doações de cilindros de oxigênio, "no momento tão difícil para o nosso estado, então nada mais justo do que a gente cumprimentar os autores desse projeto, no sentido homenagear o artista que se solidarizou com as vítimas da covid no nosso estado".

Em 19 de janeiro, Whindersson Nunes enviou cilindros de oxigênio a Manaus. "Embarque de 217 cilindros feito hoje às 6h30, chegam hoje às 10h30 em Manaus. Já acordei suave, man", postou à época o humorista e influenciador digital.

Whindersson já havia iniciado as ações solidárias na semana anterior ao envio dos cilindros. No sábado (16), ele mostrou que 60 respiradores seriam distribuídos em seis hospitais. "Mandei pra Manaus pra garantir que nenhum arrombado desvie os aparelhos, hoje em dia está difícil confiar", postou.

As mortes de pacientes graves de covid-19 por falta de oxigênio começaram a ser registradas na capital no dia 12 de janeiro. No interior, há vários registros de pacientes que morreram pela falta do insumo. 

As mortes pela falta do insumo continuaram durante o mês de janeiro e provocaram uma ação federal que envolveu o emprego de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) que transferiram pacientes a outros estados, além de trazer oxigênio ao estado. 

No fim de janeiro, o estado registrava por dia mais de 2 mil casos de covid-19 por dia. As unidades médicas atingiram o auge de internados com 612 internados na capital e interior. O estado deslizou para faixa roxa da pandemia com alto risco de contágio. No dia 14 de janeiro, a Fundação de Vigilância em Saúde - Doutora Rosemary Pinto (FVS-DRP) registrou 174 óbitos pela doença no estado. 




Mais de Acritica.com

23 Out
plantacao_de_satelite_001_FC7D87B9-5873-48B7-A680-276E09E7E37D.jpg

Geotecnologia apoia investigações sobre crime organizado

23/10/2021 às 19:26

O Programa Brasil M.A.I.S (Meio Ambiente Integrado e Seguro) recebeu investimento de R$ 50 milhões em recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública está sendo usada pelas secretarias de segurança pública de Amazonas, outros 14 estados e do Distrito Federal


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.