Publicidade
Cotidiano
Notícias

Alfândega fiscaliza e descobre drogas em objetos que sairiam de Manaus para outras cidades

Seis quilos de entorpecentes, que deveriam sair da capital amazonense por meio dos Correios para diversas cidades das regiões Sul e Sudeste, foram descobertas dentro de balanças e livros através de Raio-X 21/01/2015 às 09:32
Show 1
Apreensões ocorreram entre dezembro do ano passado e o início de janeiro deste ano
ACRITICA.COM ---

Fiscais da Alfândega do Porto de Manaus encontraram drogas em encomendas que deveriam sair da capital por meio dos Correios para diversas cidades do País, entre elas São Paulo.

Segundo informações do órgão divulgadas ontem, aproximadamente seis quilos de entorpecentes também foram encontrados com a ajuda de Raio-X em objetos como balanças e livros.

As apreensões ocorreram entre dezembro do ano passado e o início de janeiro deste ano. De acordo com o órgão, as encomendas seriam encaminhadas para diversas cidades brasileiras das regiões Sul e Sudeste.

De acordo com a Alfândega, foram encontradas drogas até um panetone. As encomendas foram selecionadas pela equipe de análise de risco do Serviço de Vigilância e Controle Aduaneiro da Alfândega do Porto de Manaus, sendo submetidas a uma fiscalização mais rigorosa.

Ação integrada

Em abril do ano passado, equipes de fiscalização da Receita Federal em Manaus, em conjunto com os Correios, realizaram uma série de apreensões de drogas nos últimos dias. Foram descobertos, aproximadamente, 7 quilos de cocaína durante fiscalização de rotina. Os destinos eram Manaus, Espanha e África do Sul.

As encomendas suspeitas foram detectadas durante inspeção no raio-X. As drogas estavam acondicionadas em uma caixa com fundo falso, em uma garrafa plástica e em um objeto de metal.

Na ocasião, os servidores da Receita Federal também suspeitaram de uma garrafa plástica contendo óleo. Os testes confirmaram que a droga havia sido diluída no líquido para dificultar a fiscalização.

Em outra remessa, a droga foi acondicionada dentro de uma peça de metal e depois soldada. Foi necessária uma serra para cortar o metal e retirar a cocaína de dentro do objeto.

Narcoteste

No caso de existir alguma suspeita após a verificação física da encomenda, a mesma é submetida ao chamado ‘narcoteste’, para detectar a existência de cocaína ou outros entorpecentes.

Intensificação

A Alfândega informou que tem intensificado as fiscalização nos Correios contra ações conhecidas como “tráfico formiguinha” - artimanha utilizada por traficantes para dificultar a identificação de entorpecentes. De acordo com a Alfândega, somente em 2014, o órgão apreendeu um mais de 37,46 kg de drogas traficadas dessa forma.

Publicidade
Publicidade