Sábado, 18 de Janeiro de 2020
Notícias

Altos preços de ovos da Páscoa desencantam consumidores

Compradores parecem pensar a mesma coisa: produto fica cada vez mais caro e inviável para satisfazer vontade das crianças



1.jpg Em todo o período antes e depois da Semana Santa as prateleiras ficam recheadas
30/03/2015 às 14:45

Assim como nos últimos anos, os consumidores têm sido surpreendidos pelo preço dos ovos de Páscoa em 2015. Em grandes supermercados da capital, os valores chegam a R$ 79,99 por um ovo de chocolate de 1 kg, por exemplo. Diante disso, estabelecimentos menores vêm sendo a melhor aposta para quem deseja comprar o presente com um preço mais em conta.

No supermercado Carrefour, os ovos de chocolate variam entre R$ 17,90 e R$ 58,89. As marcas mais procuradas são Nestlé, Lacta e Garoto, e consequentemente são as que possuem os ovos mais caros. Um modelo de 750 gramas da Nestlé, na ocasião, estava custando R$ 58,89 no supermercado.



Os valores são bem parecidos na rede de supermercados DB. A artesã Hilda Silva, 57, comprou um ovo de chocolate para a sua neta, entretanto, ela afirma que o preço dos ovos vem mudando os hábitos da Páscoa. “Hoje só criança pode ganhar, está muito caro. Sai mais barato comprar balas de cupuaçu e doces daqui mesmo. Com o dinheiro que economizo dá pra fazer um bom almoço e sobremesa pros adultos”, brincou.

Já o autônomo Francisco Miranda, 48, resolveu comprar caixas de chocolate para toda a família ao invés de ovos. “É mais barato e não deixa de ser chocolate. Cada ano que passa eles encolhem e aumentam o preço”.

Menor preço

Entre os supermercados percorridos pela reportagem, as Lojas Americanas apresentaram um preço mais em conta comparada aos outros supermercados. Um ovo de chocolate Alpino que custava R$ 34,89 no Carrefour, nas Lojas Americanas tinha o valor de R$ 29,99. No estabelecimento, inclusive, o ovo de Páscoa mais barato foi encontrado custando R$ 4,69 por 140 gramas.

A venezuelana Maria Luiza Andina, 46, buscava um ovo de chocolate para sua filha de seis anos. Ela diz que fará um esforço para comprar o produto no Brasil. “Está caro, mas fazer o quê, não é?”, questionou.

Em números

R$ 79,99 é o valor médio do quilo do chocolate na rede de supermercados. “Hoje só criança pode ganhar, está muito caro. Sai mais barato comprar balas de cupuaçu e doces daqui mesmo. Com o dinheiro que economizo dá pra fazer um bom almoço e sobremesa pros adultos”, disse a artesã Hilda Silva, 57, para quem o preço dos ovos vem mudando os hábitos da Páscoa.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.