Publicidade
Cotidiano
Notícias

Alunos da UEA vencem e seguem para disputa nacional da Maratona de Programação

A competição é promovida pela Association for Computing Machinery (ACM) e pela Sociedade Brasileira de Computação. Etapa nacional será realizada em novembro, no Ceará 16/09/2014 às 09:59
Show 1
A maratona é uma competição por equipe, formada por três alunos e um professor universitário que auxilia nas atividades dos alunos
acritica.com* Manaus (AM)

Acadêmicos dos cursos de Engenharia da Computação e Engenharia Elétrica da Escola Superior de Tecnologia (EST) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) foram os vencedores da etapa regional Norte da Maratona de Programação, que aconteceu no último dia 13 de setembro, na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em Manaus. Os acadêmicos da UEA representarão a região Norte na final brasileira da 19ª edição da Maratona de Programação, marcada para os dias 7 e 8 de novembro, no Ceará.

Os times vencedores da etapa nacional, por sua vez, representarão o País na final mundial do International Collegiate Programming Contest (ICPC), competição de programação promovida em todo o mundo pela Association for Computing Machinery (ACM). No Brasil, a competição conta com a parceria da Sociedade Brasileira de Computação. A final mundial será realizada em Marrocos, de 16 a 21 de maio de 2015.

De acordo com a professora do curso de Computação da EST/UEA, Marcela Pessoa, desde 2011 a UEA participa da competição. Desta vez, os acadêmicos competiram com equipes da Universidade da Federal do Amazonas (Ufam), de Manaus e de Itacoatiara, da Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi) e do Instituto Federal do Pará (Ifpa).

“Na competição, os alunos já desenvolvem as habilidades do trabalho em equipe, cumprimento de prazos e, por se tratar de problemas clássicos da computação, percebem a importância das disciplinas de Física e Matemática abordadas no decorrer do curso de graduação, por exemplo”, disse.

A maratona é uma competição por equipe, formada por três alunos com um “coach”, professor universitário que auxilia nas atividades dos alunos. A disputa é destinada a alunos de graduação de qualquer curso que tenham aptidão na área de Programação, ainda podendo ser estendida a alunos de pós-graduação.

“Naturalmente, os alunos que participam da competição se destacam no mercado de trabalho. Na competição, por exemplo, os alunos têm 5 horas para resolverem as questões. Quem consegue resolver o maior número de questões em menor tempo, ganha. Assim, os alunos da UEA conseguiram êxito”, completou a professora.

O acadêmico do 6º período do curso de Engenharia da Computação da UEA, Francisco Parente, de 19 anos, lembrou a importância da conquista. “Foi muito bom ter ganhado a etapa regional da competição, tendo em vista a maior visibilidade que maratonas do gênero passam a ganhar. Nossa expectativa é apresentar bem a UEA e representar a região Norte na etapa nacional, frente a outras instituições que sempre figuram entre as vencedoras”, concluiu.

*Com informações da assessoria de imprensa da UEA

Publicidade
Publicidade