Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
Estrada para o saber

Alunos do Idaam saem na frente para garantir bons resultados nos vestibulares

Estudantes viajaram para Itacoatiara para fazer a prova do PSI como preparação para os vestibulares



idaam_1_38F42D3A-E628-4E64-ADB8-C05317723136.JPG
22/06/2019 às 16:37

Uma caravana de vestibulandos “invadiu” o município de Itacoatiara (distante 270 quilômetros de Manaus) no último fim de semana. Eram, na verdade, 75 estudantes do Ensino Médio das Escolas Idaam, que foram à cidade especialmente para fazer a prova do Processo Seletivo para o Interior (PSI), aplicadas no domingo e na segunda-feira em todas as unidades acadêmicas da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) do interior. 

O objetivo da excursão foi possibilitar que os alunos se habituem a resolver questões complexas em tempo hábil para que, assim, “ganhem musculatura” para os vestibulares do fim do ano, como o Processo Seletivo Contínuo (PSC), também da Ufam, e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

De acordo com a diretora de ensino, Célia Carrara, a finalidade da viagem foi possibilitar um treinamento de qualidade aos alunos que prestarão vestibular. “É interessante que os alunos se acostumem o quanto antes a resolver questões complexas em um curto espaço de tempo. Essa é, justamente, uma habilidade que trabalhamos no Idaam desde o ensino fundamental com a realização de simulados - sempre, é claro, respeitando a maturidade intelectual de cada série”, explicou.

A mesma banca que prepara a prova do PSC, da Ufam, elabora o PSI, o que, na visão de Carrara, é um atrativo a mais para que os alunos possam fazer um “simulado de luxo”. “Quando os estudantes se empenham a fazer um “simulado” desse nível eles têm a chance de verificar em que ponto precisam melhorar nos estudos, além de poderem entender o perfil da prova, o que pode facilitar quando eles realizarem a terceira etapa do PSC”, disse.

Para essa etapa preparatória de férias promovida pelo Idaam em Itacoatiara, os 75 alunos do ensino médio (a maioria do ‘terceirão’ e alguns do segundo ano) foram selecionados entre os 204 formandos do Idaam baseado nos melhores coeficientes acadêmicos. Eles, que estão em férias escolares, foram ao município acompanhados por uma equipe de coordenadores, professores, agentes e uma enfermeira - a caravana desse ano, aliás, foi bem maior que a do ano passado, que contou com 25 alunos.

Entre os vestibulandos selecionados para esse treinamento de férias estava a estudante do 3º ano Gisele Gomes, de 17 anos. Considerada uma aluna aplicada e disciplinada pelos professores da escola, ela é uma das cinco alunas com o melhor desempenho acadêmico. Não à toa. Entre as suas proezas, ela conseguiu uma medalha de bronze e de prata nas olímpiadas brasileiras de Geografia e de Astronomia, respectivamente. O segredo do sucesso ela conta com muita serenidade.

“Acho que o segredo é tirar o máximo de proveito das aulas. Anotar tudo. Perguntar os pormenores de cada matéria. Não deixar nenhuma dúvida no ar”, conta ela, que fora da escola, estuda de cinco a seis horas diárias, entre leituras diversas e as tarefas obrigatórias. “Ser considerada uma das alunas com melhor desempenho acadêmico do Idaam é uma grande satisfação pra mim. Me sinto desafiada, reconhecida e mais motivada em seguir o meu sonho de um dia seguir a carreira de médica’’.

Já o estudante do 3º ano Matheus Barbosa, de 17 anos, sonha em ser diplomata. Para isso, o garoto estuda “religiosamente’ duas horas por dia (fora da escola). “A preparação para fazer essa prova do PIS foi muito produtiva pra mim. O Idaam nos deu todo o suporte com aulões e oficinas de redação para que o nosso desempenho fosse satisfatório nesse PIS. Estou confiante de que farei uma boa prova , diz ele, que pretende ingressar em um curso de relações internacionais.

Rotina não muito diferente do estudante do 2º ano Fábio Oliveira, um dos poucos alunos não finalistas presentes na caravana. “No momento eu estou indeciso se presto vestibular para direito ou para biologia. Ainda não sei, de verdade. Até lá, tenho me preparado bastante para os vestibulares futuros. Estudo duas horas por dia. Faço todos os deveres. E estudo até quando estou no meu momento de lazer. Por exemplo, no momento, eu estou lendo uma coletânea de contos do Machado de Assis. Adoro ler”, disse o garoto.

As provas

Os alunos realizaram a prova no Campus da Ufam de Itacoatiara entre os dias 15 e 16 de junho. Ao todo tiveram que resolver, em dois dias de avaliação, 120 questões e escrever uma redação em até cinco horas. Para a diretora da unidade do Idaam da Cidade Nova, zona Norte de Manaus, Rozely Luna, o Processo Seletivo para o Interior (PSI) foi uma boa oportunidade para que os estudantes identificassem as suas maiores dificuldades para poderem se aperfeiçoar mais antes de disputarem uma vaga na universidade “pra valer”. “Para auxiliar os alunos nessa prova, eles tiveram um intensivão de aulas sobre conteúdos que ainda serão ministrados em sala de aula”, explicou.

A expectativa, como ressalta a diretora de orientação do Idaam, Lucy Queiroz, é que todos os alunos voltem para Manaus ainda mais preparados e cientes de quais matérias eles precisam estudar mais até o fim do ano. “Proporcionamos esse momento de preparação porque o Idaam incentiva que o aluno busque o melhor de si”, destacou.

Turistando

Nem só de aulas e simulados vive um vestibulando. Os 75 alunos do Idaam que foram a Itacoatiara fazer a prova do PSI, também conheceram os principais pontos turísticos da Terra da Pedra Pintada e acabaram se tornando “uma atração turística” no lugar. “Difícil é um monte de adolescente fazendo barulho chegar em um local e não chamar a atenção de todo mundo”, brincou a diretora de ensino, Célia Carrara. Os alunos também tiveram um “aulão de biologia”, antes do segundo dia de prova do PIS, no domingo.

O PSI

O Processo Seletivo para o Interior (PSI) é uma das formas de ingresso na Ufam, e foi criada para oferecer vagas nos cursos de graduação das unidades acadêmicas do interior do Amazonas, como Coari, Itacoatiara e Parintins. Na edição desse ano foram ofertadas 1.072 vagas para o segundo semestre do ano letivo de 2019.

Receba Novidades

* campo obrigatório
News guilherme 1674 2977771b 6b49 41af 859a ef3c3b62eae8
Repórter do caderno de Cidades - Jornal A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.