Publicidade
Cotidiano
simulado

Alunos sem acesso a internet podem fazer simulado do Enem em escolas públicas

A prova é uma das ferramentas da plataforma Hora do Enem, lançada pelo Ministério da Educação (MEC) no início deste mês 28/04/2016 às 06:20 - Atualizado em 28/04/2016 às 10:45
Show 967563
Alunos inscritos no simuladão da plaforma Hora do Enem poderão participar do teste nas escolas públicas da Seduc (Arquivo AC)
Luana Carvalho

As escolas públicas estaduais disponibilizarão os laboratórios de informática aos alunos do último ano do Ensino Médio que não tem acesso à internet, mas que se inscreveram para o primeiro simulado on-line do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016, que acontece no próximo sábado, em todo o Brasil. A prova é uma das ferramentas da plataforma Hora do Enem, lançada pelo Ministério da Educação (MEC) no início deste mês.

O MEC anunciou que disponibilizaria 120 mil pontos de acesso à rede em universidades e institutos federais de educação do Brasil, mas até ontem não havia divulgado ou sinalizado os locais de acesso no Amazonas, solicitados por A CRÍTICA desde a última terça-feira. Diante desta falta de informação, a Seduc tomou a iniciativa de disponibilizar os computadores e tablets das escolas.    

Ontem à tarde, o site www.horadoenem.mec.gov.br, onde os alunos podem se inscrever na plataforma, estava fora do ar. Na página do MEC no Facebook, alguns usuários reclamavam que o acesso havia sido bloqueado.

‘Plano b’

A gerente de Ensino Médio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Ana Donisete de Oliveira, informou que todos os gestores das escolas estaduais   estão sendo orientados a organizarem o laboratório para atender os alunos sem acesso à internet. Até sábado, as escolas farão uma relação com os alunos que precisarão utilizar  os computadores da escola.

“Temos laboratório de informática em quase todas as unidades de ensino do Estado.. As que não possuem, nós disponibilizaremos os tablets. O importante é deixar as escolas preparadas para receber os alunos para que eles não fiquem de fora deste importante processo”, frisou.

A professora destacou, ainda, a importância do simulado.  “É uma plataforma bem interessante e estimulante, principalmente por causa do sistema do ‘Geekie Games’, que ajudará na montagem de um plano de estudos para cada aluno, com conteúdos que mais caem no exame”.

‘Hora do enem’

O simulado do Enem é online e gratuito e está aberto a todos os alunos do terceiro ano do ensino médio, de instituições particulares e da rede pública de ensino, a partir de meia noite de sábado . As questões devem ser respondidas em até quatro horas.  As inscrições para o simulado podem ser feitas até um dia antes da prova ser disponibilizada no site.

No ato da inscrição, o estudante deve informar o curso para qual irá se candidatar. A plataforma  monta um plano de estudos, oferecendo os exercícios, resumos e videoaulas voltados ao perfil do aluno.

A partir de maio, o programa Hora do Enem, reproduzido pela TV Escola,  poderá ser visto todos os dias às 18h, com reprises às 07h, 13h e aos finais de semana, segundo o MEC.

Publicidade
Publicidade