Publicidade
Cotidiano
Segurança Pública

Amazonas é o 12º Estado mais violento do Brasil, diz anuário

Segundo o anuário, em 2014 o Amazonas registrou um índice de 31 mortes violentas a cada 100 mil habitantes, totalizando 1.201 homicídios. No ano passado, o índice saltou para 37,1 assassinatos. 29/10/2016 às 11:19
Show 1153778
Em julho, jovem foi morta em tiroreio entre policiais e bandidos. (Arquivo/AC)
Kelly Melo Manaus (AM)

Dados apresentados pelo 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgados parcialmente sexta-feira (28), mostram que o Amazonas é o 12º Estado brasileiro mais violento, considerando as taxas de homicídios a cada 100 mil habitantes  registradas entre 2014 e 2015. Considerando os números absolutos, o estudo mostra que uma pessoa é assassinada a cada nove minutos em todo País. O levantamento completo será divulgado na próxima quinta-feira, em São Paulo. 

Segundo o anuário, em 2014 o Amazonas registrou um índice de 31 mortes violentas a cada 100 mil habitantes, totalizando 1.201 homicídios. No ano passado, o índice saltou para 37,1 assassinatos a cada 100 mil habitantes, resultando em 1.460 mortes violentas intencionais, ou seja, uma média de quatro homicídios por dia ou um aumento  de 19,6%.  

Com esse resultado, o Amazonas é considerado o 3º mais violento da região Norte, perdendo apenas para o Pará e o Amapá, que apresentaram taxas de 45,8 e 40,6 mortes violentas na mesma proporção de habitantes, respectivamente. 

O secretário de Segurança Pública do Estado (SSP), Sérgio Fontes, admite que no período pesquisado houve o aumento de homicídios, mas ressaltou que a SSP já conseguiu reduzir em 25% as taxas  até setembro deste ano. “De fato, houve o crescimento principalmente por conta da crise econômica. Em 2014, tivemos uma realidade diferente, mas em 2015 a crise deixou muitas pessoas desempregadas e muitas delas migraram para o crime. Além disso, só no ano passado tiramos mais drogas das ruas do que nos últimos dez anos e as dívidas de tráfico começaram a ser cobradas com mais violência. Mas, este ano, já conseguimos reduzir os casos de homicídios em 25%, enquanto a meta do governo federal era de reduzir 5%”, destacou. 

Violência 

A violência policial também foi um dos aspectos analisados pelo anuário. O estudo mostra que, a cada dia, ao menos nove pessoas foram mortas por policiais no Brasil em 2015, o que totaliza 3.345 pessoas. O número é 6,3% superior ao registrado no ano anterior. 

Em 2015, a polícia amazonense matou 45 pessoas durante intervenções policiais. Em 2014, foram 30 vítimas. Apesar disso, na opinião de Sérgio Fontes, a taxa de letalidade da polícia amazonense é considerada pequena. “A nossa polícia reage de forma proporcional e o índice de letalidade é pequena com uma média de três casos por mês, mas há meses em que não temos nenhum caso de morte durante intervenções policiais”, afirmou o secretário. 

Sergipe é o mais violento  do Brasil

De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, Sergipe é o Estado mais violento, com 57,3 mortes violentas intencionais a cada grupo de 100 mil pessoas. Alagoas ficou em segundo lugar (50,8) e Rio Grande do Norte ficou em 3º (48,6).  As informações foram extraídas das secretarias sstaduais de segurança pública, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

O anuário aponta que, a cada nove minutos, uma pessoa foi assassinada no Brasil em 2015, o que equivale a cerca de 160 mortos por dia.  No total, só no ano passado, foram mortos violentamente e intencionalmente 58.383 brasileiros (que abrangem os casos de homicídios dolosos, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte, mortes causadas por confronto com as polícias e policiais mortos, tanto em serviço, quanto fora dele).
 

Publicidade
Publicidade