Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
DO FUNDEB

Amazonas receberá mais de R$ 530,7 milhões em recursos para educação

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (13), pelo secretário nacional de educação básica do Ministério de Educação, Rossieli Soares da Silva.



dlhkaklshnjaskf.jpg (Fotos:Euzivaldo Queiroz)
13/07/2017 às 09:54

O Amazonas receberá mais de R$ 530,7 milhões em recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O anúncio foi feito nesta quinta-feira (13), pelo secretário nacional de educação básica do Ministério de Educação (MEC), Rossieli Soares da Silva.

De acordo com ele, a parcela do ajuste anual da distribuição dos recursos do MEC ao Fundo está disponível desde segunda-feira (10) nas contas correntes do Estado. "Pelo menos 60% dos recursos do Fundeb devem ser usados na remuneração de profissionais do magistério em efetivo exercício, como professores, diretores e orientadores educacionais", destacou. 



O restante, conforme Rossieli serve para despesas de manutenção e desenvolvimento do ensino, compreendendo, entre outras ações, o pagamento de outros profissionais ligados à educação, bem como a aquisição de equipamentos e a construção de escolas.


(Foto: Euzivaldo Queiroz)

O secretário nacional de educação básica destacou o esforço do governo federal em equalizar a distribuição do Fundeb, em um ano de forte crise econômica que ainda assola o País. “O ajuste se refere aos valores da complementação da União ao fundo, que, durante o ano de 2015, teve os repasses realizados com base em estimativas de receitas”, explicou.

Dos R$ 530 milhões, a Secretaria Estadual de Educação do Amazonas (Seduc) recebeu R$ 236.376.830,39. A Secretaria Municipal de Educação de Manaus (Semed) recebeu R$ 109.456.500,29. Todos os demais 61 municípios foram beneficiados.

Além do Amazonas, receberam a complementação Alagoas, Pará, Pernambuco e Piauí. Conforme a lei que instituiu o Fundeb, a União repassa uma complementação para o pagamento do piso do magistério aos estados e respectivos municípios que não alcançam com a própria arrecadação o valor mínimo nacional por aluno estabelecido a cada ano. 

Rossieli fez o anúncio durante o lançamento mundial de vídeos sobre Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que acontece no Centro de Convenções Vasco Vasques, na avenida Constantino Nery, na Zona Centro-Sul. O evento é realizado pelo MEC, Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Unesco no Brasil. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.