Publicidade
Cotidiano
H1N1

Amazonas registra 50 casos de H1N1 e 6 mortes, afirma FVS-AM

A prevenção de H1N1 exige medidas simples de higienização das mãos, como a lavagem delas ou até mesmo o uso frequente de álcool gel 28/06/2016 às 10:59 - Atualizado em 28/06/2016 às 11:03
Show 1080806
O auge dos casos se deu antes da campanha de vacinação contra Influenza, realizada no período de 25 de abril a 20 de maio (Foto: Winnetou Almeida)
Acritica.com Manaus (AM)

Balanço divulgado nesta terça-feira (28) pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), vinculada à Secretaria Estadual de Saúde (Susam), aponta que o Estado já registrou, neste ano, 50 casos de H1N1, com 6 óbitos, ocorridos em Manaus. Conforme o levantamento, os óbitos aconteceram em fevereiro (com 01 registro), abril (2) e maio (3).

De acordo com diretor-presidente da FVS, Bernardino Albuquerque, o auge dos casos se deu antes da campanha de vacinação contra Influenza, realizada no período de 25 de abril a 20 de maio.

"Somente no mês de maio foram confirmados 23 casos da doença, com 03 óbitos. Em junho, foram confirmados três casos, sem ocorrência de óbito, o que apresenta um declínio de 86% no números de casos e como consequência a diminuição da circulação do vírus", diz.

Albuquerque salienta que os vírus da Influenza circulam durante todo o ano e, portanto, o monitoramento deve ser contínuo. "Este ano o país vivenciou uma epidemia da doença, principalmente, nas regiões Sul e Sudeste e isso refletiu no Amazonas, que estava sem ocorrência do vírus desde 2015", salienta.

A prevenção de H1N1 exige medidas simples de higienização das mãos, como a lavagem delas ou até mesmo o uso frequente de álcool gel.

Publicidade
Publicidade