Domingo, 19 de Maio de 2019
EDUCAÇÃO

Amazonas terá a primeira escola estadual bilíngue em Língua Francesa já em 2017

A partir de parceria entre Seduc e Corpo de Bombeiros, a iniciativa vai contemplar a Escola José Carlos Mestrinho, no Distrito Industrial



unnamed__1_.jpg
(Foto: Divulgação)
24/01/2017 às 16:34

Semelhante ao modelo pedagógico da escola estadual de Tempo Integral Bilíngue Djalma Batista, que oferece ensino de Língua Japonesa, o Governo do Amazonas por meio da parceria entre a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) e o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas contará, neste ano letivo de 2017, com mais uma escola bilíngue, a primeira a oferecer ensino de Língua Francesa.

A unidade de ensino contemplada será a Escola Estadual José Carlos Mestrinho, localizada no Distrito Industrial, Zona Sul de Manaus. Ofertando a modalidade de Tempo Integral, a escola possui capacidade para atender mais de 450 alunos, matriculados no Ensino Fundamental (1º ao 9º ano).

O formato de escola bilíngue será trabalhado com todos os estudantes do Ensino Fundamental, sendo que com os alunos do 4º ao 9º ano, a língua será intensificada nos conteúdos das disciplinas de Ciências e Matemática.

A escola José Carlos Mestrinho está equipada com 13 salas de aula climatizadas; biblioteca; laboratório de informática; secretaria; sala da direção e dos professores; quadra poliesportiva coberta; refeitório; sala de educação física; sala do Corpo de Alunos; dentre outros espaços administrativos e pedagógicos.

Segundo o secretário de Estado de Educação e Qualidade do Ensino, Algemiro Ferreira Lima, com o novo projeto, de concepção pedagógica diferenciada, o Governo do Estado está expandindo o modelo bem sucedido de escola bilíngue e oferecendo oportunidades diferenciadas de formação à comunidade estudantil.

“A primeira escola pública estadual em língua francesa oferecerá aos estudantes um ensino diferenciado com ênfase na formação bilíngue e é uma extensão do projeto inovador da escola Djalma Batista, que já oferece ensino em língua japonesa. Esta é mais uma ação do Governo do Amazonas para aperfeiçoar a qualidade da educação em nosso Estado”, afirmou o secretário.

Além do ensino em língua francesa, a Seduc tem a intenção de oferecer a modalidade de Ensino Médio e um curso técnico em bombeiro civil, expandido ainda mais a parceria com o Corpo de Bombeiros.

A oferta da educação bilíngue na Escola Estadual José Carlos Mestrinho foi confirmada durante o encontro entre o titular da pasta, Algemiro Lima, a Adida de Cooperação Educativa da Embaixada da França, Catherine Petillon, e o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, Helyanthus Frank da Silva Borges no final do ano passado.

Língua Japonesa

Primeira escola pública de educação básica a oferecer ensino bilíngue em Língua Japonesa, a escola estadual de Tempo Integral Bilíngue Professor Djalma da Cunha Batista, localizada no bairro Coroado I, Zona Leste de Manaus, foi reinaugurada no ano de 2015 e tem se tornado referência de educação, tendo sido destaque na mídia local e internacional.

O projeto de escola bilíngue conta com parceria institucional do Consulado Geral do Japão em Manaus, da Associação Nipo-Brasileira da Amazônia Ocidental (Nipaku) e Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.