Terça-feira, 19 de Outubro de 2021
Imunização

Amazonas vacinou 68,4% do total de sua população indígena contra covid

De acordo com a Coiab, de um total de 94.326 que vivem no Amazonas, 74.680 receberam a primeira dose e 64.526 a segunda



Indios_vacinados_61283137-0AC9-4578-A105-6B4F22B29BD9.jpg Na Região Norte, segundo a Coiab, já foram vacinados com as duas doses 159.837 indígenas. Foto: Coiab
25/09/2021 às 08:55

Até agosto, o Amazonas vacinou 68,4% do total da população indígena concentrada no Estado, que é de 94.326 indivíduos, de acordo com dados fornecidos pela gerência de comunicação da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab). 

Segundo os dados, 74.680 indígenas do Amazonas já tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e 64.526 já completaram o ciclo vacinal contra o novo corona vírus, com a segunda dose da vacina. 



A Coiab informa que, na Região Norte, já foram vacinados com as duas doses 159.837 indígenas,  correspondendo a 68,6% dos povos da floresta da Amazônia no Brasil. 

Levando-se em consideração que a população indígena do Amazonas é a maior de todos os estados da região norte, o Amazonas já vacinou com a primeira dose, pelo menos, duas vezes mais do que o Estado de Roraima, que já imunizou 30.872 indígenas, ficando em segundo lúgar em números absolutos de indivíduos vacinados com a primeira dose. 

Mas  percentualmente, se comparada as populações indígenas dos demais estados, com 68,4% o Amazonas ainda precisa correr atrás do prejuízo para alcançar os estados de Rondônia com 86,6% de indígenas vacinados; Maranhão (82,5%);   Tocantins (75,3%), Mato Grosso (70,9%) e Amapá( 69,8%). O segundo maior Estado em quantidade de população indígena, Roraima, está abaixo do Amazonas, com 68,2% do total de vacinados.

Vacinação 
Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) informou  que a vacinação dos indígenas é de responsabilidade  dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), ligados à Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) do Ministério da Saúde (MS). 

Já a Secretária Municipal de Saúde de Manaus( Semsa) informou, também por nota, que 
com relação aos povos indígenas, apenas teve a responsabilidade de fazer o repasse do quantitativo de doses para os aldeados do entorno de Manaus.

A operacionalização da vacinação é de responsabilidade do Distrito de Saúde Indígena (DSEI) para o qual foi feito o repasse.

De acordo com o Sistema Municipal de Vacinação (SMV), 355 indígenas aldeados receberam a primeira dose do imunizante CoronaVac/Butantan e 307 já concluíram o esquema vacinal de duas doses. Faltam, ainda, 48.

Quanto aos que vivem em área urbana, estes são atendidos juntamente com todos os outros grupos vacináveis, sem distinção, nos pontos de vacinação que a Prefeitura de Manaus disponibiliza.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.