Publicidade
Cotidiano
em brasília

Amazonino anuncia licitação para substituir a Umanizzare em presídios do Amazonas

Edital deve ser lançado em 15 dias, segundo o governador. Amazonino destacou em reunião com presidente Michel Temer que o custo de um preso no Estado é o mais alto do País 01/03/2018 às 19:12 - Atualizado em 01/03/2018 às 19:20
Show amazonino
Foto: Marcos Corrêa/PR
Antônio Paulo Brasília (SUCURSAL)

O governador do Amazonas, Amazonino Mendes (PDT), anunciou na tarde desta quinta-feira (1º) que está em fase final de elaboração o edital para licitação da nova empresa terceirizada que vai administrar as unidades prisionais do Estado, atualmente sob a responsabilidade da Umanizzare. O edital deve ser lançado em 15 dias, segundo informou Amazonino. O governador está em Brasília, onde participa do encontro de governadores com o presidente da República, Michel Temer, no Palácio do Planalto.     

Amazonino disse que o custo de um preso no Amazonas é o mais elevado do País, o que se deve aos altos valores pagos à Umanizzare. A nova licitação deve corrigir essa questão, priorizando "a qualidade de serviço e o custo". Atualmente, a despesa por detento no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), por exemplo, é de R$ 4,7 mil, praticamente o dobro do que um preso custa em média no resto do País.

A empresa que vencer a licitação vai assumir a administração de sete unidades prisionais no Amazonas, hoje sob o comando da Umanizzare. O elevado custo pactuado no contrato da empresa com o Estado vem sendo muito questionado desde a crise no sistema prisional que explodiu em janeiro do ano passado, quando houve uma chacina com dezenas de mortos.

Durante a reunião, Amazonino destacou o grave problema que os estados enfrentam na área de segurança pública e adiantou que vai buscar parte dos recursos que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está disponibilizando para o setor.

“O Estado está consciente que deve imediatamente aparelhar melhor as polícias. O Amazonas deverá acessar esses recursos para fazer o seu combate, o seu planejamento de combate à criminalidade que está avançando a galope”, disse o governador.

Publicidade
Publicidade