Publicidade
Cotidiano
Tendência

Apartamentos funcionais conquistam preferência de famílias menores no AM

Para todos os gostos, estilos e públicos: apartamentos mais compactos e utilitários, como o Soberane, são a nova realidade do mercado local, afirmam especialistas do setor 25/03/2018 às 08:25 - Atualizado em 17/04/2018 às 12:35
Larissa Cavalcante e Rebeca Mota Manaus (AM)

Apartamentos com três dormitórios vêm conquistando a preferência de famílias amazonenses pequenas. Por ser mais prático, de fácil manutenção e apresentar um preço mais baixo, esse tipo de imóvel vem atraindo locatários e compradores por todo o País. 

Os imóveis residenciais do Soberane, empreendimento de uso misto localizado no bairro Adrianópolis, são exemplo de oportunidade de moradia para os recém-casados, famílias que desejam enxugar despesas visto que após o crescimento dos filhos a casa ficou grande, pessoas que estão comprando pela primeira vez um apartamento e que querem morar perto do trabalho.

Também são públicos do residencial executivos que moram em outros estados e que vêm a Manaus para trabalhar, idosos e pessoas que precisam de acessibilidade, por exemplo, o serviço de vallet, vaga de garagem coberta e outras assistências que podem ser adquiridas pelo uso.

A praticidade, segurança, funcionalidade, arquitetura diferenciada e o mix de serviços que o empreendimento oferece fazem com que a demanda aumente. O coordenador de vendas da SKN Incorporadora, Jorge Escovedo, destaca que o cliente consegue economizar de R$ 18 mil a R$ 2 mil com os custos dos serviços. 

“O Soberane tem o concierge que é uma gama de serviços que oferece desde segurança, doméstica, manutenção hidráulica e alvenaria. Caso o cliente queira uma passagem para algum lugar, um traslado para o condomínio ou pessoa para passear com o cachorro e outros”, destaca. 

Segundo Escovedo, o que gera demanda para os lançamentos é também uma mudança no estilo de vida da classe média. Com o trânsito cada vez mais caótico morar perto do trabalho compensa a troca por um lar menor para algumas pessoas.

“A escolha entre um local maior e outro menor e melhor localizado sempre existiu. Estes apartamentos dependem muito do perfil do cliente. São apartamentos de 1000 a 300 metros quadrados para uma casa de 106 metros.  E outra vantagem é que no concierge não precisa ficar procurando  profissionais em vários lugares diferentes e por não ter nenhum vínculo empregatício”, explica.

De acordo com  o diretor de planejamento da SKN, Eduardo Han, os apartamentos com três dormitórios foram incorporados ao projeto do complexo a pedido dos clientes, disponíveis na versão duplex. Além dessa opção, o Soberane possui apartamentos disponíveis com um e dois quartos, com as medidas de 53 (modalidde habitacional estúdio) a 175 m² varanda gourmet integrada. 

“Teremos uma série de profissionais cadastrados no condomínio para auxiliar no dia a dia dos moradores, cobrando apenas pelo uso como diarista. A modalidade não agrega um custo elevado na taxa de condomínio”, explica Han.

Mudanças

Depois que os filhos crescem e saem de casa, surge a dúvida se é o momento de trocar de casa ou apartamento. É o caso do empresário amazonense Paulo Jost, 56 anos, que está de mudança para um apartamento menor com três dormitórios e mais serviços agregados. “Moro numa casa grande com cinco suítes e com o crescimento dos filhos o imóvel ficou muito grande, subutilizado tornando-se antieconômico. Eu já estava buscando uma oportunidade de encontrar serviços e moradia bem localizada”, contou.

Um dos motivos que contribuíram para decisão do empresário, além da localização do imóvel, é a possibilidade de contar com serviços na porta de casa. Um deles é a academia do condomínio com profissionais de educação física credenciados à disposição, diferente do que se vê na maioria dos residenciais.

“Hoje você sai de casa para ir à academia se expõe ao trânsito e há uma série de coisas que não ocorre quando se têm profissionais de prontidão, evitando inúmeros transtornos. Ter serviços disponíveis torna a vida mais prática e otimiza o tempo”, frisou o empresário.

Publicidade
Publicidade