Domingo, 27 de Setembro de 2020
ADIAMENTO

Após passar por cirurgia na perna, Josué adia votações na Assembleia Legislativa

Regimentalmente, as votações acontecem às quartas-feiras, no entanto, o presidente da Aleam preferiu marcar para a quinta uma “votação extensa de matérias”



show_josue_gas_FCADC1EA-248B-4E22-99C5-425A58CE0CEF.jpg Foto: Divulgação
11/08/2020 às 09:35

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Josué Neto (PRTB) decidiu adiar as votações e deliberações de matérias para esta quinta-feira (13). Regimentalmente, as votações ocorrem semanalmente às quartas-feiras na ordem do dia.

Em nota distribuída na manhã desta terça-feira (11), o deputado não explicou o motivo para esta mudança abrupta. Se limitou a dizer que está prevista “uma votação extensa de matérias na sessão ordinária da próxima quinta-feira (13)”.



Conforme a nota, serão incluídas na pauta as propostas aptas a votação de autoria dos deputados que têm prazos a serem cumpridos, oriundas de outras instituições e do Poder Executivo, entre elas a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2021.

"Caso a LDO não possa ser deliberada por questões Tecnico-legislativas, ela será deliberada entre o dia 18 e 20 de agosto. Reiteramos que nenhuma matéria irá prejudicar o Estado do Amazonas. A ALEAM conhece suas obrigações com o seu povo e assim agirá com responsabilidade e espírito público", reforça a nota.

Cirurgia

Josué procedeu com a postergação da ordem do dia para esta quinta-feira depois de ser submetido a uma drenagem de abscesso na perna direita na tarde desta segunda-feira (10).

O procedimento ocorreu dentro do processo de recuperação do deputado após um acidente de moto aquática em que Neto se chocou com um cabo de aço no final do mês passado.

De acordo com o comunicado, o parlamentar está consciente, passando bem e permanecerá em repouso, seguindo as orientações médicas.

Natural

O deputado Serafim Corrêa (PSB) declarou que o adiamento da votação é para "dar tempo de preparar o maior número de matérias".

O deputado Augusto Ferraz (DEM) evitou entrar em rota de colisão com o ato de Neto. Disse que vai acatar a determinação do parlamentar e acrescenta que "hierarquia tem que ser respeitada"

Questionado se ao ser submetido a um procedimento cirúrgico, Josué deveria repassar a presidência da Mesa para a vice presidente Alessandra Campelo (MDB), Ferraz disse que depende de um acordo entre ambos.

"Eles que decidem. São os majoritários da Casa e temos só que respeitá-los. A Alessandra também é flexível. Acho que não devemos criar conflito", disse evitando se indispor com o presidente da Assembleia.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.