Publicidade
Cotidiano
DECLARAÇÕES

Após polêmica, presidente americano Donald Trump diz na Flórida que não é racista

Ele foi questionado por jornalistas, sobre a polêmica causada por suas declarações, nas quais chamou  de "países de merda" nações como o Haiti e os da África. 15/01/2018 às 08:09
Show trump
O presidente americano já havia desmentido, na sexta-feira (12), a informação (Foto: Reprodução Internet)
Agência EFE* Miami

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, negou nesse domingo (14) que seja racista. Ele foi questionado por jornalistas, na Flórida, sobre a polêmica causada por suas declarações, nas quais chamou  de "países de merda" nações como o Haiti e os da África.

"Eu não sou racista. Sou a pessoa menos racista que você já entrevistou. Que posso dizer?", respondeu Trump brevemente, ao ser abordado quando chegava para jantar em um clube de golfe da Flórida.

O presidente americano já havia desmentido, na sexta-feira (12), a informação do The Washington Post, segundo a qual ele teria dito, durante reunião sobre imigração, que o Haiti, El Salvador e países africanos são "países de merda".

Um legislador democrata, que participou da reunião, confirmou ao jornal Los Angeles Timesas declarações de Trump.

No entanto, o presidente norte-americano escreveu depois, em sua conta do Twitter, que a linguagem que usou na reunião do Daca (programa para os imigrantes que chegaram, na infância, aos EUA) foi dura, mas que não usou palavras para ofender.

Apesar do desmentido, Trump recebeu duras críticas dos países citados e de outros.

Publicidade
Publicidade