Publicidade
Cotidiano
Notícias

Após racionamentos, Manicoré volta a ter energia elétrica

Assessoria da Eletrobrás Amazonas Energia e prefeitura local asseguram que o abastecimento da cidade foi restabelecido. Empresa trabalha para normalizar e aprimorar o serviço 10/06/2015 às 15:46
Show 1
'Ida e vinda da ernergia' afetou Unidades Básicas de Saúde, escolas e outras instituições do município
Alexandre Pequeno ---

Desde o último sábado (06), a energia foi completamente reestabelecida no município de Manicoré-AM. Segundo a assessoria da Eletrobrás, a cidade que estava em racionamento desde 19 de maio, teve suas atividades normalizadas no fim de semana. A assessoria informou ao A CRÍTICA que estão sendo instalados dois religadores digitais nos alimentadores que a usina da cidade possui. Está prevista a instalação de um terceiro alimentador já com o religador digital incluso.

O religador preserva o gerador dos possíveis blackouts, como havia acontecido com os quatro geradores. “Dois grupos geradores da usina termelétrica local foram recuperados e um terceiro substituído por um gerador novo. Desta forma, dos oito grupos geradores da usina de Manicoré, seis estão trabalhando perfeitamente.

Os outros dois geradores, que garantem a reserva extra de energia que evita racionamentos, serão substituídos nas próximas semanas. Também será feita um ajuste geral na proteção da usina”, diz a assessoria.

O prazo dessa construção é de no máximo 90 dias. A medida soluciona definitivamente os problemas dos blackouts ocorridos no município. A troca do barramento que se encontra hoje subdimensionado devido ao crescimento da cidade, também está previsto nas obras.

Há cerca de dois meses, a cidade vinha enfrentando constantes quedas de energia e no dia 19 de maio, a empresa decidiu pelo racionamento para a resolução parcial do problema.

Segundo o prefeito da cidade Lúcio Flávio, com as medidas tomadas pela Eletrobrás, finalmente a cidade volta às suas atividades normais.

“Agora está normalizado, ligaram novamente o ginásio de esportes que estava desligado, e o canteiro central do aeroporto. As aulas foram reestabelecidas, agora está tudo certo”, afirma.

Publicidade
Publicidade